Topo

Salão de Genebra


Ferrari apresenta a F8 Tributo, com 720 cv; veja os detalhes

Ricardo Ribeiro

Colaboração para o UOL, de Maranello (Itália)

28/02/2019 10h50

Resumo da notícia

  • Novo modelo da marca italiana substitui a 488 GTB
  • Motor 3.9 biturbo é o V8 mais potente da marca, exceto séries especiais
  • F8 Tributo é 40 kg mais leve e 50 cv mais potente que antecessora
  • De tirar o fôlego: aceleração de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos
  • Velocidade máxima do cupê de dois lugares é de 340 km/h

A Ferrari revelou nesta quinta-feira (28) as primeiras fotos oficiais e informações técnicas da F8 Tributo, seu novo esportivo de motor central, antes da apresentação oficial que será feita no Salão de Genebra. Segundo a marca, a F8 Tributo representa "a mais alta expressão do cupê clássico de dois lugares da Ferrari".

Com 720 cavalos de potência, a novidade traz o V8 mais potente da história da Ferrari para um modelo que não é uma série especial. Com 3,9 litros e montado após os dois assentos, a unidade de força ganhou a categoria "Melhor Motor" no prêmio Motor Internacional do Ano por três anos consecutivos, em 2016, 2017 e 2018. Além disso, no ano passado, levou o título de melhor motor das últimas duas décadas.

Mais leve, mais potente e mais eficiente

A F8 Tributo substitui a 488 GTB com a promessa de evolução na carroceria para oferecer "melhor controle no limite e com maior conforto a bordo". Na comparação com o modelo que aposenta, a Tributo é 40 kg mais leve, tem 50 cv extras e evoluiu 10% em eficiência aerodinâmica.

O modelo também ganha uma nova versão do Ferrari Dynamic Enhancer, recurso privilegia uma condução dinâmica e pode ser acionado pela posição "Race" no painel. "Projetado para tornar o desempenho no limite mais fácil de alcançar e controlar para um número ainda maior de motoristas", destaca a Ferrari. A fabricante italiana de esportivos junta-se a outras marcas, com as novas gerações de Porsche 911 e Audi R8, na busca por não entregar apenas alto desempenho, mas tornar esse desempenho mais "acessível".

Ainda na comparação com a 488 GTB, sua sucessora traz volante menor em diâmetro. Já o pacote aerodinâmico, como na 488 Pista, vem das pistas de corrida para ajudar a controlar o calor do motor, incluindo os radiadores dianteiros angulados para trás e as entradas de ar dinâmicas do motor posicionadas de cada lado do spoiler, em vez de serem aplicadas nos flancos traseiros. A frente do carro é caracterizada pelo S-Duct (um duto de ar na dianteira) redesenhado, para ter aumento geral da pressão aerodinâmica de 15% para a 488 GTB

A cabine mantém o visual típico orientado para o motorista, frequente modelos de motor central-traseiro da Ferrari, mas todos os elementos do console foram redesenhados. Há aberturas de ventilação redondas, novos volante e controles, além de uma tela sensível ao toque de sete polegadas para passageiros.

Ficha técnica

Ferrari F8 Tributo
Motor: 3.9 V8 biturbo a gasolina
Potência: 720 cv a 8.000 rpm
Torque: 78,5 kgfm a 3.250 rpm
Câmbio: automatizado de dupla embreagem, 7 marchas
Velocidade máxima: 340 km/h
0-100 km/h: 2,9 s
0-200 km/h: 7,8 s
Dimensões: 4,61 m de comprimento, 1,98 m de largura e 1,20 m de altura 
Peso: 1.330 kg
Preço: não informado

Salão de Genebra