PUBLICIDADE

Topo

Mulheres inspiradoras

Após ataques machistas, clipe com Luísa Sonza supera 55 mi de visualizações

A cantora Luísa Sonza  - Reprodução
A cantora Luísa Sonza Imagem: Reprodução

De Universa

04/07/2020 13h24

A cantora Luísa Sonza lançou o clipe "Flores", uma parceria com Vitão, no dia 12 de junho e, desde então, passou a receber diversos ataques machistas pela sensualidade que demonstrou no vídeo, na onda dos rumores de que estaria tendo um "affair" com Vitão.

Seguidores também cobravam "respeito" pelo ex-marido, o comediante Whindersson Nunes, de quem se separou recentemente. No Youtube, o clipe tem quase o dobro de "dislikes" em relação aos "likes".

A campanha de difamação contra Luísa, porém, não deu certo. Neste sábado (4), o clipe já contabilizava mais de 55 milhões de visualizações no canal de Vitão no Youtube. No ranking dos vídeos mais vistos do dia na plataforma, é o que tem o maior número de views e um dos únicos que está há mais de uma semana na lista dos mais vistos.

"Sempre serei voz para nós, mulheres"

Na época do lançamento, Luísa chegou a se manifestar sobre os comentários dirigidos a ela. Em seu Twitter, a cantora disse que iria enfrentar essa situação, como, inclusive, já fez anteriormente, em nome da sua luta em defesa das mulheres.

"Minha equipe queria privar os 'likes' e 'dislikes'. Eu não vou privar porque quero que as pessoas vejam como as mulheres são tratadas até quando só estão fazendo seu trabalho nesse país", escreveu. "Sempre serei voz para nós, mulheres. Nunca ninguém vai me parar. Fiquem tranquilas", postou.

No próprio Twitter, vários fãs saíram em sua defesa e postaram mensagens de apoio a ela. Vitão, seu parceiro no clipe, também falou sobre o "machismo escrachado" que a situação envolvia.

"Pelos comentários, a gente percebe facilmente o que acontece em nosso país e como o machismo é uma questão tão escrachada e que precisa de muita resolução porque as pessoas ainda pensam assim", declarou o cantor em entrevista à revista Quem.

Mulheres inspiradoras