PUBLICIDADE

Topo

Mulheres sobem hashtag no Twitter em apoio a jovens chamadas de 'vagabunda'

Hashtag #prazervagabunda apoia mulheres que denunciaram violência de gênero - Ponomariova_Maria/Getty Images/iStockphoto
Hashtag #prazervagabunda apoia mulheres que denunciaram violência de gênero Imagem: Ponomariova_Maria/Getty Images/iStockphoto

De Universa, em São Paulo

04/06/2020 10h28Atualizada em 04/06/2020 11h58

A hashtag #prazervagabunda entrou na lista dos assuntos mais comentados no Twitter hoje, com postagens de várias mulheres incluindo fotos de seus rostos e corpos. A iniciativa é um desdobramento do movimento #Exposed, que fez vítimas de assédio e violência sexual revelarem seus agressores e o nome da cidade onde vivem.

A nova hashtag subiu depois de se descobrir que um homem de Tatuí (a 144 km de São Paulo), fazendo-se passar por mulher, criou um perfil falso no Facebook incentivando as vítimas a dizerem quem eram seus agressores e quais eram os abusos que elas tinham sofrido.

Segundo postagens no Twitter, depois de descobrir quem elas eram, o responsável por essa conta fake tentava desmenti-las, dizendo que o que elas diziam era uma mentira e que estava recebendo mensagens de "vagabundas".

O objetivo da hashtag é apoiar as mulheres que contaram suas histórias e todas as vítimas de violência de gênero.

Violência contra a mulher