PUBLICIDADE

Topo

Juliana Borges

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Noiva descansa? Sim. Para voltar mais ativa do que nunca

Tirar um tempo para si e longe dos preparativos do casamento é essencial  - Getty Images/iStockphoto
Tirar um tempo para si e longe dos preparativos do casamento é essencial Imagem: Getty Images/iStockphoto
Conteúdo exclusivo para assinantes
Juliana Borges

Juliana Borges é escritora, feminista e pisciana, logo, romântica e sonhadora. Já chegou a negar a instituição casamento, mas está noiva e já pensando em filhos. É fã de Beyoncé, Nina Simone e Miles Davis. Autora dos livros "Encarceramento em Massa" (2019) e "Prisões: Espelhos de Nós" (2020).

Colunista de Universa

17/01/2022 04h00

Era para o último texto do ano passado — que loucura falar em 2021 como ano passado — ser sobre pausa e descanso. Afinal, noiva descansa? Como conseguir dizer "preciso de uma pausa de 20 dias" quando mercado de casamento e todas e todos à sua volta fazem "tic tac"? Quando eu e meu companheiro decidimos casar, fui atrás de manuais, matérias em blogs e revistas especializadas em casamento e todos diziam "quanto antes melhor". Tic tac.

O ideal, segundo as leituras que fiz, era começar a organização com 12 meses de antecedência e não parar mais até o dia do enlace. Tic tac. Daí, eu resolvi que seria a noiva adiantada. Entrei em grupos de Whatsapp de noivas e comecei a comprar revistas especializadas, seguir perfis de noivas. Eu, que sou a louca dos caderninhos, separei um especialmente para isso. Eu não teria descanso. Tic tac. Seria a noiva adiantada. Tic tac. E tudo seria perfeito.

Mas, com o decorrer do tempo, fui aprendendo que não é bem assim. Claro que não se trata de deixar tudo para a última hora — e, gente, eu sou a especialista na procrastinação. Mas é também saber que, na correria dos preparativos, a gente vai precisar programar os nossos respiros.

Seja dos preparativos, seja da família falando sobre isso, seja do seu companheiro te enchendo sobre isso — e, em geral, fazendo muito pouco para que as coisas avancem. Daí, então, eu decidi dizer a mim mesma, e fiz isso por várias e várias horas na frente do espelho, que eu precisava de uma pausa.

Sim, noiva também descansa. E o ideal, nessas horas, é descansar sem culpa e sem pensar em nada, absolutamente nada de casamento. Ao menos, essa era a promessa que eu havia feito a mim.

Confesso a você que me lê que não cumpri exatamente tudo. Em um almoço da viagem que fizemos, lá estava eu falando do meu casamento. E a coisa ainda melhorou porque meu amigo e sócio resolveu pedir a companheira em casamento na nossa viagem juntos. Não teve fuga e foi prazeroso falar sobre como pretendíamos organizar nossos casamentos.

No geral, acabou sendo positivo, porque foi nesse momento de descanso que eu me dei conta de que teria que adiantar a data do meu casamento se quisesse ter os meus 15 a 20 dias de lua de mel.

A data que havíamos escolhido, 24 de setembro de 2022, faria com que nossa viagem fosse interrompida por conta do calendário eleitoral. Afinal, somos um casal de cidadãos comprometidos com a democracia brasileira. Resultado: voltei do recesso com duas semanas a menos para a organização do casamento e cheia de incertezas porque, desde dezembro, variantes do coronavírus não param de surgir, além do novo vírus da gripe, H3N2.

Sorte a nossa ter uma população que adere às campanhas de vacinação, principalmente em relação à covid-19. Sim, estamos enfrentando um aumento de casos que podem impactar nossa economia, haja vista que pessoas têm que se afastar de seus trabalhos para se curarem e não transmitirem o vírus. Mas meu coração se enche quando vemos que a média móvel de vítimas fatais desse maldito vírus segue estável. Ainda longe do nosso desejado, o de zero mortes. Mas com um horizonte de esperança de que sairemos dessa. Aliás, não esqueça sua dose de reforço, por favor.

A noiva aqui, então, descansou. E, agora, retorno a minha dinâmica cotidiana de surtos para os preparativos, de surtos com a falta de representatividade de mulheres gordas como noivas, mas de imensa expectativa e ansiedade para o dia que diremos "sim" um ao outro.

A grande questão que quero trazer aqui hoje é: procure espaços e momentos em que você possa descansar. Pode ser um dia de respiro, pode ser um dia em um spa com sua melhor amiga, pode ser uma viagem de fuga, em um final de semana, com seu parceiro ou parceira. E tudo dará certo. O importante é que você esteja o mais preparada possível para as grandes emoções e alegrias que você e seu companheiro ou sua companheira viverão no dia do "sim". Noiva descansa, sim. E merecemos isso.