PUBLICIDADE
Topo

Xiaomi Redmi Note 7: meses depois do lançamento, custo-benefício é ótimo

Bruna Souza Cruz

De Tilt, em São Paulo

27/11/2019 04h00

A Xiaomi tem conquistado mesmo o coração dos brasileiros. A prova disso é a comoção em torno das suas primeiras lojas físicas no Brasil — uma na zona sul e zona norte de São Paulo. Vários produtos (patinetes, fones de ouvido e até guarda-chuva) são vendidos, mas os celulares ainda são o grande chamariz.

E surfando nessa onda surge o Redmi Note 7, um modelo intermediário com ótimas qualidades e preço competitivo — mais de 20 milhões de unidades dele já foram vendidas em todo o mundo, segundo a Xiaomi.

O Redmi Note 7 foi lançado no Brasil em maio deste ano por R$ 1.699. Meses depois, ele ainda está entre os mais buscados da marca. E o melhor: ficou mais barato.

Ele já consegue ser encontrado por preços entre R$ 1.000 e R$ 1.100, o que faz toda a diferença em um celular que reúne câmera dupla, bateria que dura um dia inteiro e um desempenho honesto.

Quer saber mais sobre ele? Então confira todos os detalhes a seguir.


Redmi Note 7

Preço de lançamento

R$ 1.699 R$ 1.009 (Shopping UOL - 27/11/19)
TILT
3,9 /5
USUÁRIOS
4,9 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Pontos Positivos

  • Câmera dupla boa para a categoria
  • Preço competitivo

Pontos Negativos

  • É grande

Veredito

Ele é um ótimo celular intermediário. Tem boas câmeras, bom desempenho e dura um dia todo longe da tomada. O custo-benefício atual é o que convence.

Quando você vai comprar o celular, a primeira coisa que provavelmente vai ver é se ele é bonito, tem uma tela legal, é confortável de segurar, certo?

O Redmi Note 7 é quase tudo isso. Ele tem uma traseira espelhada com um degradê de cores que dá todo um charme sofisticado para ele. A tela é legal e boa para assistir vídeos.

Só que ele foi feito para quem gosta de celular grande (quase 16 cm de altura). Se não é a sua praia, nem continue por aqui.

O design de modo geral não é lá tão inovador, mas é um aparelho bonito. Ele é vendido em três cores: preto espacial, azul netuno e vermelho nebula — não me pergunte o motivo dos nomes.

Na parte de trás, a Xiaomi colocou o sensor de impressão digital e funciona direitinho.

A tela do Redmi Note 7 é de 6,3 polegadas (16 cm). Temos uma tela bem bacana com poucas bordas e o entalhe em formato de gota. É ótima para maratonar vídeos na internet.

Em geral, a qualidade dela é bem legal para a categoria. Mas tive problemas com o brilho excessivo e reflexo dela em algumas situações, como em um dia de muito sol. É possível ir regulando a intensidade da luz, mas, dependendo do caso, fica ruim visualizar o que está sendo exibido.

A Xiaomi já é uma marca conhecida por ter câmeras bacanas em seus celulares. Com esse modelo não foi diferente.

Para a faixa de preço dele, as fotos ficam muito legais por conta da versatilidade e qualidade da câmera dupla (48 MP + 5MP).

Uma delas consegue fazer fotos com 48 MP —você só precisa usar o Modo Pro (profissional) para mexer na resolução da foto. Tirando fotos com o recurso ativado, os detalhes ficam mais nítidos (você percebe mais quando dá um zoom na foto). A coisa chata é que a foto vai ocupar muito espaço no seu celular porque o arquivo final vai ficar "gigante". Então, use com moderação.

Nos outros jeitos, o celular faz imagens com 12 MP de resolução. Não é nada mal, não.

Com uma ajudinha de inteligência artificial, a câmera processa automaticamente várias imagens durante um único clique. No final, o celular faz uma combinação e gera uma foto final com maior qualidade.

Sendo bem sincera, eu nem senti falta de usar a resolução máxima do Redmi Note 7. Fiquei satisfeita com a foto padrão.

Uma única ressalva é que o celular tende a deixar as cores mais fortes e coloridas do que a cena realmente é. Por exemplo, o céu fica mais azul do que é; a árvore fica mais verde...

Os bons e velhos recursos de modo retrato, modo noturno e filtros (tipo Instagram) também estão presentes.

O aparelho ainda é compatível com o Google Lens, tecnologia de inteligência artificial que ajuda a identificar objetos e fazer buscas na internet sobre ele. Dá até para traduzir coisas. É só posicionar a câmera para o que deseja e aguardar enquanto ele procura os resultados.

Falando agora da câmera frontal, ela tem 12 MP e fica na média dos modelos dessa categoria. Vez ou outra a definição do rosto pode ficar comprometida. Mas isso aconteceu poucas vezes. Uma coisa que notei é que ele deixou minha pele mais clara em quase todas as selfies. Não curti muito esse efeito embranquecedor.

O Redmi Note 7 trabalha com o processador Snapdragon 660, bem comum em modelos intermediários mais antigos como o Zenfone 4 e Galaxy A9 (o de quatro câmeras).

O conjunto de memórias RAM varia entre 3 GB e 4 GB. No balanço final, o celular da Xiaomi trabalhou bem.

Ele não tem um processador muito novo, mas ele cumpre suas funções honestamente. Achei ele equilibrado em termos de processamento e memória.

O modelo vem com uma boa bateria e com uma capacidade (4.000 mAh) bem parecida com a de seus concorrentes mais próximos.

Ela não vai durar um dia e meio, como alguns modelos intermediários já fazem. Mas garanto que ela não vai te deixar na mão no meio do seu expediente. Para o dia a dia é tranquilo. Você vai chegar na sua casa a noite com alguma sobra e sem aquele desespero de ficar sem celular.

Se o Redmi Note 7 ainda custasse o valor de lançamento, eu teria algumas ressalvas quanto a ele. Mas por mil reais, valor que ele anda custando atualmente, ele vale a pena se você deseja um celular que tire boas fotos e tenha um bom desempenho. Ele é bem bonito e a tela é ótima.

A única coisa ruim é que você terá que ficar de olho na bateria. Existem modelos na mesma categoria que duram um pouco mais, como o Zenfone 6 e o Moto G7 Power. Os Galaxys M20 e M30 também trazem mais potência.

Recentemente, a Xiaomi lançou a versão atualizada do modelo, o Redmi Note 8 (R$ 1.799), que tem tela e baterias parecidas, mas possui quatro câmeras principais. Vale dar uma olhadinha nele também.

Especificações técnicas

  • Sistema Operacional

  • Android 9

  • Dimensões

  • 159.21 x 75.21 x 8.1mm, 186g

  • Cor

  • preto espacial, azul netuno e vermelho nebula

  • Preço

  • A partir de R$ 1.009

Tela

  • Tipo

  • Full HD +

  • Tamanho

  • 6,3 polegadas (16 cm)

  • Resolução

  • 2.340 x 1.080; 409 PPI

Câmera

  • Câmera Frontal

  • 12 MP

  • Câmera Traseira

  • 48 MP + 5 MP

Dados técnicos

  • Processador

  • Snapdragon 660 (2,2 GHz)

  • Armazenamento

  • 32 GB a 128 GB

  • Memória

  • 3 GB e 4 GB

  • Bateria

  • 4.000 mAH

Review