PUBLICIDADE
Topo

Motorola lança Moto G50 5G no Brasil com bateria que promete durar 2 dias

Moto G50 5G - Motorola/Divulgação
Moto G50 5G Imagem: Motorola/Divulgação

Renata Baptista

De Tilt, no Recife

16/09/2021 09h00

A Motorola lança nesta quinta-feira (16) o Moto G50 5G, um dos celulares compatíveis com a quinta geração da telefonia móvel com preços mais camaradas do país — a partir de R$ 999, a depender do plano em que ele for adquirido na Claro, que o comercializa com exclusividade.

Para quem não conhece muito a linha G da Motorola, é aquela que abriga celulares intermediários com alguns detalhes comuns com aparelhos top de linha.

Além da conectividade 5G, o novo celular possui câmera tripla, com principal de 48 MP, tela de 90 Hz (para maior fluidez na transição de cenas) e processador econômico da MediaTek. Outro destaque fica pela bateria de 5.000 mAh que, segundo a fabricante, é capaz de durar mais de 48 horas, a depender do uso.

Moto G50 5G - Renata Baptista/Tilt - Renata Baptista/Tilt
Imagem: Renata Baptista/Tilt

As vendas começam hoje, nos canais de venda da Claro e nos canais próprios da Motorola. No comércio da operadora, ele sai por R$ 1.299 à vista, ou em até 21x de R$ 61,99, com o Claro Pós-Pago 25GB. Se optar pelo Combo Multi 50GB + 25GB, o aparelho sai por R$ 999 à vista ou em 21x de 47,99. Se a opção for pelo plano pré-pago, o celular sai por R$ 1.999.

Tilt já está com o lançamento em mãos; confira abaixo mais detalhes sobre ele.

Tela e Design

A tela do modelo é de 6,5 polegadas (16,57 cm) e resolução HD+ (1600 x 720 pixels), em proporção de 20:9. Ela ocupa a parte frontal quase que por completo do celular — só um pequeno entalhe abriga a câmera frontal. As bordas são visíveis, mas sem exagero, dando bom aproveitamento ao painel.

Moto G50 5G - Motorola/Divulgação - Motorola/Divulgação
Imagem: Motorola/Divulgação

Na traseira, o telefone tem o módulo quadrado com o conjunto triplo de lentes da câmera. Um pequeno logo da marca foi colocado mais abaixo, no centro, assim como é visto em muitos outros celulares da empresa.

A taxa de atualização (a capacidade de uma imagem ser atualizada rapidamente) é de 90 Hz. Isso significa que as cenas são alteradas 90 vezes por segundo. Por isso, a transição das imagens reproduzidas pela tela é mais suave e fluida do que em outros modelos intermediários, que normalmente têm 60 Hz.

O leitor de impressões digitais fica na lateral. Há ainda entrada para fones de ouvido — os acessórios, aliás, vêm na caixa — e suporte a conexões sem fio por NFC. O celular está disponível em duas cores: azul e verde.

Câmeras

Na parte traseira, o celular tem três sensores que ficam agrupados em uma estrutura quadrada, localizada na lateral esquerda:

  • Câmera principal: 48 MP
  • Lente macro (que ajuda nas fotos com objetos aproximados): 2 MP
  • Sensor de profundidade: 2 MP

A câmera frontal, para selfies, é de 13 MP.

Segundo a Motorola, as câmeras são equipadas com tecnologia "Quad Pixel", que combina quatro pixels em um e promete que as fotos fiquem nítidas e claras, graças à sensibilidade à luz quatro vezes maior. Para iluminar artificialmente ambientes realmente escuros sem usar o flash, o app de câmera vem com o modo "Night Vision" (visão noturna).

5G e desempenho

O Moto G50 5G vem com o processador Dimensity 700, lançado pela MediaTek no ano passado, que equivale aos chips da linha Snapdragon 700, da rival mais popular Qualcomm. Ele possui memória RAM de 4 GB e capacidade de armazenamento de 128 GB, com entrada para microSD de até 512 GB.

Ainda que o 5G não seja uma realidade aqui no Brasil, muita gente precavida já tem buscado garantir um celular pronto para trabalhar com a quinta geração da rede.

Além disso, o Moto G50 5G funciona com a 5G DSS. Essa tecnologia de transição, cuja sigla DSS significa "compartilhamento dinâmico de espectro", em inglês, já funciona em algumas regiões do país, pegando "emprestado" um pedaço das faixas de frequência já usadas pelo 4G.

Embora o DSS represente um avanço, ainda está abaixo da velocidade alta de navegação e da latência baixa, principais vantagens do 5G "definitivo". Para isso acontecer, as operadoras dependem do leilão das faixas de radiofrequência a ser realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ainda neste ano.

Moto G50 5G - Renata Baptista/Tilt - Renata Baptista/Tilt
Imagem: Renata Baptista/Tilt

O Moto G50 5G trabalha com uma bateria de 5.000 mAh com suporte a carregador rápido de 20W, que vem na caixa. A promessa da fabricante é de mais de 48 horas de uso sem precisar carregar.

Ficha técnica

  • Tela: 6,5 polegadas HD+ (1600 x 720 pixels), 90Hz
  • Sistema operacional: Android 11
  • Processador: Dimensity 700 (2,2 GHz Octa-Core)
  • Memórias: 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno
  • Câmeras: principal tripla (48 MP, 2 MP e 2 MP) e frontal (13 MP)
  • Bateria: 5.000 mAh
  • Dimensões: 167 mm x 76,5 mm x 9,3 mm; peso de 206g