PUBLICIDADE
Topo

Galaxy Z Fold 2: celular com tela dobrável começa a ser vendido hoje

De Tilt*, em São Paulo

13/11/2020 15h41Atualizada em 14/11/2020 09h30

A Samsung inicia nesta sexta-feira (13) as vendas oficiais do Galaxy Z Fold 2, celular com tela dobrável que custará R$ 13.999. Produzido no Brasil, o modelo é o mais caro atualmente da empresa no país.

O novo smartphone será vendido nas cores preta e bronze— Tilt já testou o lançamento e conta aqui as impressões.

A estratégia de produzir o aparelho por aqui, em sua fábrica de Campinas (SP), mostra uma tentativa da Samsung de amenizar o preço do smartphone no Brasil com a subida recente do dólar. Ele foi anunciado mundialmente em setembro por US$ 2 mil (cerca de R$ 11.100 na conversão direta sem impostos).

O Galaxy Fold original foi apresentado por US$ 1.980, chegando ao Brasil no início do ano por R$ 12.999. Ele era totalmente importado pela marca. Atualmente, a revolucionária linha que faz o smartphone virar um tablet com uma tela flexível interna não tem concorrentes no país —o Huawei Mate X é o único celular semelhante ao da Samsung, mas é vendido só no exterior.

O Z Fold 2 corrige bizarrices do design que deixavam o Galaxy Fold original parecendo um protótipo —principalmente nas telas. O modelo anterior foi lançado há um ano e meio, mas devido a problemas começou a ser vendido apenas em setembro do ano passado.

A Samsung chama o dobrável de "uma nova era dos celulares" e coloca em materiais de divulgação o "adeus às telas planas". O smartphone superpremium tem preço exorbitante, acima até dos tradicionais (e caros) tops de linha como Galaxy S20 e Galaxy Note 20.

Além da linha Fold, a Samsung tem outro celular com tela dobrável: o Galaxy Z Flip, que lembra mais os celulares da década de 2000 com o seu estilo de abrir e fechar na vertical. Rumores apontam para lançamentos de celulares dobráveis intermediários no próximo ano, com preços mais baixos também.

Design e tela refeitos

Desta vez, os aspectos de protótipo que vimos no review do Galaxy Fold parecem diminuir bem. No modelo do ano passado, a tela externa era completamente estranha e até pouco útil: tinha 4,6 polegadas e era extremamente estreita, com bordas enormes tanto na parte de baixo quanto na parte de cima da parte frontal.

Tela exterior do Galaxy Z Fold 2: bizarrices corrigidas - Divulgação - Divulgação
Tela exterior do Galaxy Z Fold 2: bizarrices corrigidas
Imagem: Divulgação

Já a nova versão vem com uma tela externa de 6,2 polegadas quase sem bordas e mais parecida com o que vemos na maioria dos celulares atuais, com apenas um furo na tela para uma câmera no topo. A tecnologia dessa tela é Super Amoled.

Quando aberto como um livro, a tela interna do celular tem enormes 7,6 polegadas —na versão anterior eram 7,3 polegadas. A tela interna ainda conta com a taxa de atualização variável de até 120 Hz, o que promete transições mais rápidas e melhora principalmente o visual de jogos.

O design da tela interna também foi melhorado: sai o enorme entalhe no canto superior direito que abrigava duas câmeras e entra um entalhe único de furo na tela na posição central da parte direita do visor. As bordas estão 27% menores do que no primeiro Fold. Com o aumento da tela, o comprimento dele aberto aumentou, passando de 117,9 mm para 128,2 mm.

O modo de continuidade foi melhorado no Z Fold 2: quando você roda um app na tela exterior, ele continua funcionando do mesmo ponto ao abrir a interior. Dessa vez, ele funcionará mesmo se você não abrir totalmente a tela interna.

Galaxy Z Fold 2 tem tela interna do tamanho de um tablet - Divulgação - Divulgação
Galaxy Z Fold 2 tem tela interna do tamanho de um tablet
Imagem: Divulgação

A Samsung chamou de "Modo Flex" o novo estilo de usar o celular. Quando o aparelho está aberto na posição de 90º, a tela fica dividida. Por exemplo: um vídeo do YouTube pode aparecer na parte superior (aberta) enquanto na parte inferior (base) mostra a navegação do site, com o usuário podendo ver comentários ou procurar outros vídeos.

Tudo isso requer potência do celular. A Samsung adotou o processador Snapdragon 865+, o mais poderoso da Qualcomm no momento. A memória RAM é de 12 GB, enquanto a interna é de 256 GB.

Galaxy Z Fold 2 teve espessura diminuída graças a uma nova dobradiça - Divulgação - Divulgação
Galaxy Z Fold 2 teve espessura diminuída graças a uma nova dobradiça
Imagem: Divulgação

O celular chega ainda com bateria dupla que somada dá 4.500 mAh. Durante os nossos testes, a bateria até que foi bem diante da tela com taxa de atualização de 120 Hz, que costuma consumir mais energia. Mas podia ser melhor.

O Z Fold 2 tem suporte ao 5G e conta com um leitor de digitais que fica na lateral do aparelho —não na tela, como em vários smartphones recentes.

Câmeras inferiores?

As câmeras do Galaxy Z Fold 2, a princípio, podem parecer inferiores a outros celulares da Samsung. Mas nos testes elas provaram ser excelentes, no mesmo nível de concorrentes top de linha.

São no total cinco câmeras com essas configurações:

  • Três câmeras traseira de 12 MP (uma principal, uma grande angular e uma teleobjetiva)
  • Uma câmera frontal na tela interna de 10 MP
  • Uma câmera frontal na tela externa de 10 MP

Sempre lembramos que megapixel não é tudo e que, por exemplo, as câmeras do Z Fold 2 terão fotos com qualidade muito melhor do que intermediários como Galaxy A51 e A71.

O estilo diferente do Z Fold 2 também permite jeitos diferentes de fotografar. Se alguém tirar uma foto sua com a câmera traseira e o smartphone estiver aberto, você consegue ver em tempo real na tela externa como está o enquadramento. Ou seja, não vai ser surpreendido por aquela foto ruim depois.

Traseira e tela exterior do Galaxy Z Fold 2 - Divulgação - Divulgação
Traseira e tela exterior do Galaxy Z Fold 2
Imagem: Divulgação

Ficha técnica: Galaxy Z Fold 2

Telas: interna de 7,6 polegadas (Amoled Dinâmico) e externa de 6,2 polegadas (Super Amoled)
Dimensões e peso 159,2 x 128,2 x 6,9 mm (aberto) ou 159.2 x 68 x 13,8 mm (fechado); 282 g
Processador: Snapdragon 865+ octacore de 7 nanômetros
Memória: 12 GB (RAM) e 256 GB (armazenamento)
Câmeras: Traseira tripla (12 MP + 12 MP + 12 MP); frontal interna (10 MP) e frontal externa (10 MP)
Bateria: 4.500 mAh

*Com matéria de Gabriel Francisco Ribeiro