PUBLICIDADE

Topo

Ori and the Will of the Wisps: 6 Dicas para dominar o jogo

Divulgação
Imagem: Divulgação

Daniel Esdras

Do GameHall

22/03/2020 04h00

Ori and the Will of the Wisps está disponível para PC e Xbox, inclusive no Game Pass. O jogo está recebendo muito amor da crítica e dos jogadores. Ele é desafiador como seu antecessor, mas em um mundo ainda maior e cheio de coisas para fazer, exigindo muita coordenação e escondendo segredos que facilitam muito a jornada.

Separamos algumas dicas importantes para deixar sua progressão mais tranquila e melhorar as suas chances no combate, o que evita muitas mortes no final. Embarque com a gente em mais essa jornada!

1 - Ache o Ímã no início da jornada

Ori and the Will of the Wisps Fragmento - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Logo no início da aventura, você terá a chance de encontrar a sua primeira habilidade passiva, o Ímã. Ela é a responsável por atrair os orbs derrubados pelos inimigos derrotados, que de outra forma se comportam como bolas e podem cair em áreas inalcançáveis, como espinhos ou água venenosa.

Durante a exploração de boa parte do jogo, o Ímã vai estar sempre na sua lista de habilidades, então não deixe de procurá-lo, ou terá dor de cabeça para conseguir os prêmios por derrotar os seres da floresta.

2 - Procure portais

Ori jogo salvo - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O mapa de Ori and the Willl of the Wisps é massivo, com dezenas de caminhos para serem tomados e muitas áreas para serem exploradas. Embora o Ori seja rápido e com algumas habilidades consiga cortar mapas em questão de minutos, ir de uma ponta a outra do mapa é cansativo e pode minar sua vontade de explorar. Para isso existem os portais.

Normalmente, cada região do jogo possui o seu portal, que serve para curar a sua vida antes de batalhar com um chefe e também para se teletransportar. Se não encontrou o portal do local onde você está, procure um pouquinho mais porque vale a pena.

3 - Faça builds para cada situação

Ori fragmento 2 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

As habilidades passivas podem ser trocadas a todo o momento, o que abre um leque de opções para lidar com cada situação que o jogo oferece. Enfrentar os desafios de um altar de combate, por exemplo, exige apenas foco nas habilidades que te auxiliam enquanto luta. Já os desafios de corrida exigem habilidades de travessia.

Tendo isso em mente, alterne a sua build para cada situação e até mesmo para cada região. Existem habilidades que garantem dano extra em inimigos voadores, ideal para lidar com mosquitos e abelhas gigantes. Há habilidades específicas para orbs, o que aumenta o número deles derrubado por inimigos. Dá para fazer uma build inteira focada no ganho dessas bolinhas se for seu foco no momento. E claro, existem diversas habilidades que ajudam a explorar o mundo e superar os desafios de plataforma, desde as que grudam em paredes até as que garantem um terceiro pulo no ar.

Ori 2 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O mesmo vale para as habilidades ativas, que podem ser trocadas até mesmo durante o combate. Ao surgir novos inimigos, troque para o arco ou para a recuperação de vida. É possível inflamar os adversários ou usar uma corda de energia para chegar até eles.

Para ter um bom estoque de opções, compre mais habilidades no hub do jogo e invista na melhoria das que você utiliza mais. Para poder usar mais habilidades passivas, complete os cinco altares de batalha, que garantem um espaço extra cada. Misture as habilidades para descobrir novas possibilidades e coloque na receita as ativas que você também encontra pelo mapa, o resultado será muito mais eficiência e também diversão.

4 - Escolha o Domínio de Baur primeiro

Ori urso - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Após a primeira parte do jogo, você poderá escolher uma das três próximas regiões para explorar e completar o objetivo da aventura. Dentre as escolhas, existe uma ordem que vai garantir bem menos dor de cabeça.

A sua escolha mais sensata será ir para Domínio de Baur primeiro. Além dele não ser o mais difícil dos três, a habilidade conseguida aqui ajuda bastante em outra região, Lagos de Luma. O Pântano Tinteiro pode ficar por último por conta da dificuldade. Completando as outras duas, você chegará lá bem mais preparado.

5 - Algumas habilidades são essenciais

Ori vendedor - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Algumas habilidades vão te ajudar bastante a progredir no jogo sem ter dores de cabeça. Dentre os principais desafios do jogo, as plataformas são as que no fim mais exigem, mesmo com o combate cheio de inimigos perigosos.

Para conseguir atravessar a maior parte dos locais sem ficar escorregando pelas paredes, uma habilidade passiva importante é o Grudento (Sticky Shard). Com ela você faz o que o nome diz, literalmente vai grudar nas paredes. Ter um tempo para pensar entre uma sessão e outra de pulos é essencial e grudar em alguns locais significa mais precisão e menos repetição.

Outra habilidade essencial que você pode conseguir é respirar embaixo d'água. Essa habilidade pode ser conseguida por apenas 500 orbs no hub do jogo, aquela cidade que você ajuda a restaurar utilizando fragmentos. Procure o NPC que parece um mago de chapéu azul e compre a habilidade chamada Sopro de Água.

Ori 2 a - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O pulo triplo, conseguido no mesmo local da respiração embaixo d'água, custa caro, mais de dois mil orbs, mas compensa demais. Deve ser, inclusive, uma das primeiras compras que você vai fazer. Ele abre um leque de novos locais para explorar e vai facilitar muito a encontrar as melhorias de vida e energia, essenciais para o combate.

Entre as ativas, as armas são as mais importantes, já que abrem novas possibilidades de luta. O martelo é o mais importante das compráveis, já que vai facilitar demais a vida na hora de combater os inimigos com armaduras pesadas.

6 - Compre mapas, faça missões secundárias

Ori compra do mapa - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O universo de Ori está maior do que nunca. Em Will of the Wisps você vai encontrar missões secundárias aos montes, espalhadas pelas enormes regiões do mapa. Para conseguir explorar cada lugar e não deixar nada para trás, sempre encontre o vendedor de mapas, chamado Lupo. Esse carinha desbloqueia todo o desenho da região, incluindo as áreas que você não visitou. Elas ficarão em cinza, só esperando você passar pulando pelas plataformas em busca das recompensas.

No hub do jogo você também pode encontrar o Lupo e comprar as marcações para itens importantes. Por dois mil orbs, por exemplo, você pode revelar a localização de todas as melhorias de vida espalhadas pela floresta.

Durante a exploração você também encontrará as missões secundárias. Fazê-las é altamente recomendável, já que garantem itens únicos e ótimas recompensas. Se encontrar NPCs pelo caminho, converse com eles. Alguns contam rumores que levam para locais escondidos, como os desafios de corrida ou combate.

Acima de tudo, dê tempo ao tempo. Explore cada cantinho desse jogo belíssimo e aproveite o mundo maravilhoso construído pela Moon Studios.

Dicas finais

  • Explore e evolua bastante o Hub do jogo, além de encontrar a maior parte das missões secundárias, você também conseguirá boas melhorias para o Ori.
  • Gaste seus orbes com as armas extras. O martelo, por exemplo, pode quebrar algumas plataformas no chão que bloqueiam seu avanço para áreas secretas.
  • Completar corridas dá mil orbes cada. Faça todas.