PUBLICIDADE
Topo

Uma semana da morte de Aleksandro: o que aconteceu após acidente de ônibus

Conrado e Aleksandro formavam dupla desde 2019 - Reprodução/Instagram
Conrado e Aleksandro formavam dupla desde 2019 Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

14/05/2022 04h00

Hoje, sábado, completa uma semana que o ônibus da dupla sertaneja Conrado e Aleksandro sofreu um acidente provocando a morte de seis pessoas na rodovia Régis Bittencourt, na altura de Miracatu (SP). Entre os mortos estavam o próprio vocalista Aleksandro e o guitarrista Wisley Novaes.

João Vitor Soares, o Conrado, passou por cirurgia e segue internado em uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Regional de Registro, no interior de São Paulo. O boletim médico divulgado ontem dizia que ele estava lúcido, com respiração espontânea, confortável e quadro estável. Júlio Cesar Bigoli Lopes segue na UTI em estado grave, mas com melhora clínica e laboratorial.

Conrado e Aleksandro cantavam sertanejo universitário juntos desde 2019. Luiz Aleksandro Talhari Correia, de 34 anos, havia publicado nas redes sociais uma foto dentro do ônibus horas antes do acidente, na madrugada do último sábado.

A equipe dos sertanejos viajava até São Pedro (SP) para um show, quando o motorista do ônibus que eles estavam perdeu o controle do veículo na pista e tombou.

Diversos famosos lamentaram as mortes provocadas pelo acidente. Dentre eles, a dupla Maria Cecília e Rodolfo, a cantora e campeã do "BBB 21" Juliette, e João Gustavo, irmão de Marília Mendonça.

"Que Deus conforte o coração dos familiares e amigos das vítimas", escreveu ele no Twitter com um emoji de choro. "[É] Horrível reviver esse sentimento, eu fico tido desconcertado com ansiedade e lembranças que nunca mais queria lembrar daquele pesadelo", lembrou João.

1 - Reprodução - Reprodução
Conrado Bueno, ex-dupla de Aleksandro, lamentou morte do cantor
Imagem: Reprodução

Quem também lamentou a morte do sertanejo foi Conrado Bueno, que fez dupla com Aleksandro por 15 anos, até se desmembrar em 2019: "Foram 15 anos compartilhando sucessos, alegrias e incertezas. Se foi sem um abraço, sem uma conversa. Você deixa lembranças de uma história!".

O velório de Aleksandro foi aberto ao público e ocorreu entre domingo e segunda-feira, no Ginásio de Esportes Luiz Bom, em Londrina (PR).

Motorista

Um motorista substituto dirigia o ônibus da dupla quando o veículo sofreu o acidente no sábado. A informação foi divulgada pelo "Jornal Hoje", da TV Globo, na segunda-feira, dois dias após o acidente.

O telejornal informou que a Polícia Civil em Miracatu (SP), cidade onde ocorreu o acidente, ouviu testemunhas sobre o caso e relataram que o ônibus contava com dois motoristas. O profissional considerado "oficial", que normalmente dirigia o veículo durante as viagens, descansava quando o ônibus perdeu o controle.

1 - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Conrado e Aleksandro: após o acidente que matou seis pessoas, vídeo antigo do ônibus da dupla viralizou
Imagem: Reprodução/Twitter

Um vídeo que mostrava o ônibus da dupla em alta velocidade a 130 km/h começou a circular na internet após o acidente. Contudo, as imagens eram antigas. A assessoria da dupla informou a Splash que a gravação foi feita em 2019.

'Não tenho culpa'

Valdoir Euripedes da Silva, motorista do ônibus da dupla sertaneja Conrado e Aleksandro, contou detalhes do acidente.

"Eu sei que eu não tenho culpa. Não tenho culpa porque o pneu explodiu e eu perdi a direção", afirmou Valdoir durante entrevista ao "Domingo Espetacular", da RecordTV. O motorista também destacou sentir "muita tristeza" por conta do ocorrido.

mot - Divulgação/RecordTV - Divulgação/RecordTV
Valdoir Euripedes da Silva, motorista do ônibus da dupla Conrado e Aleksandro, falou sobre acidente
Imagem: Divulgação/RecordTV

Conrado em estado grave

Apesar do primeiro anúncio divulgado sobre Conrado falar que ele teve ferimentos leves no acidente, após sua hospitalização ele passou por cirurgia para controle de sangramento e correção de fratura na bacia e foi internado em estado grave. Ele foi a primeira vítima a ser levada ao hospital.

Anna Moraes, namorada do cantor, chegou a pedir orações em rede social. "Peço orações e todas as energias positivas de vocês ao nosso João [o Conrado] e também ao Julio Cesar. Creio que Deus é a cura, e Ele já deu a cura aos dois", escreveu ela nos stories.

Na última terça-feira, o boletim médico do cantor mostrou que ele apresentou evolução no quadro clínico e que não havia mais necessidade de novas intervenções cirúrgicas até aquele momento.

Viúva de Aleksandro

A viúva de Aleksandro, Tatiele Toro, lamentou a saudade que sentia após a morte do marido e compartilhou uma série de fotos em momentos íntimos da família na última quarta-feira. Ela falou que o coração chorava ao lembrar do marido.

1 - Reprodução - Reprodução
Aleksandro com os filhos
Imagem: Reprodução

No desabafo, ela falou que estava frágil após a tragédia, mas que ia lembrar dele sempre alegre. "Foram dez anos de muito amor, aprendizado, medo, teve sofrimento e felicidade. Intensos como nós dois. Meu coração chora de lembrar dos sonhos que não tivemos tempo de viver. Faltou tempo, faltou organização, não sei dizer. Ainda fico procurando resposta", afirmou ela.

Na quinta-feira, Tatiele compartilhou nos stories do Instagram os últimos momentos de Aleksandro com a filha Maya. "Como vocês dizia, seu grude. Vou eternizar você na memória dela para sempre", prometeu.

Melhora de Conrado

Mesmo internado na UTI, Conrado passou cada dia apresentando melhora clínica e na noite de terça-feira foi extubado, conforme boletim divulgado no final da tarde do dia seguinte.

Na quinta-feira, a namorada Anna Moraes comunicou que ele havia acordado e ainda estava muito abalado com o ocorrido. "Os dias não têm sido fáceis, mas como vocês já sabem, ontem tivemos uma grande vitória".

2 - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Conrado e namorada, Anna Moraes
Imagem: Reprodução/Instagram

"Meu João acordou, está consciente e muito abalado com o ocorrido, ele se lembra de algumas cenas? Mas na medida do possível está bem", escreveu ela nos Stories do Instagram.

Ontem, o boletim médico informou que ele continuava na UTI do Hospital Regional de Registro, lúcido, em respiração espontânea, confortável e quadro estável.

Hoje serão celebradas missas de sétimo dia da morte de Aleksandro às 19h na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora em Londrina (PR), na Igreja Matriz de Cambé (PR), na Catedral de Dourados (MS), e às 19h30 na comunidade São Pedro e São Paulo em Campo Grande (MS).

A dupla

Conrado & Aleksandro faziam uma média de 15 shows por mês, percorrendo todo o Brasil, com destaque para as principais capitais como Curitiba (PR), São Paulo (SP), Goiânia (GO), Cuiabá (MT), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO).

A dupla tem na discografia quatro CDs lançados, "Plano B" (2011), "Ao Vivo em Maringá" (2012, Som Livre), "Lobos" (2014, Som Livre), "Ao Vivo em Curitiba" (2015), o EP "Vivendo de Arte" (2017) e, até então, dois DVDs, "Ao Vivo em Maringá" (2012, Som Livre) e "Ao Vivo em Curitiba" (2015). "Ao Vivo em Londrina" (2019) foi gravado já com João Vitor Soares.

O trabalho mais recente, o single "Efeito Borboleta", já alcançou a marca de 1,5 milhão de visualizações no Youtube.