PUBLICIDADE
Topo

BBB: Prêmio de R$ 1,5 mi virou objetivo secundário? Especialistas respondem

Participantes do BBB 21 (Divulgação/Gshow)
Participantes do BBB 21 (Divulgação/Gshow)
Reprodução / Internet

Guilherme Lucio da Rocha

De Splash, em São Paulo

21/01/2021 04h00

Pode parecer loucura falar que alguém ficaria indiferente ao ver sua conta receber a quantia pequenina de R$ 1,5 milhão.

Mas, no Big Brother Brasil, o prêmio final vem cada vez mais perdendo seu papel de protagonista.

Splash conversou com especialistas em gestão de carreira e que acompanham o reality há tempos para saber:

O R$ 1,5 milhão perdeu seu valor?

Continua depois da publicidade

O consenso entre as fontes ouvidas pela reportagem é: ninguém é louco de rasgar dinheiro. Porém, o BBB pode oferecer muito mais que seu prêmio milionário - se você souber aproveitar.

Mariana Madjarof é relações pública na agência Acess Midia e cuida da carreira de Rafa Kalimann, Manu Gavassi e Gizelly Bicalho. Ela conta que a janela aberta pelo Big Brother Brasil é realmente muito mais valiosa que o prêmio de R$ 1,5 milhão.

Por motivos profissionais, Mariana prefere não dar detalhes sobre ganhos das suas assessoradas, mas diz que contratos publicitários pós-BBB são muito vantajosos.

Continua depois da publicidade
As marcas estão buscando engajamento e os ex-BBBs oferecem isso. Com um bom trabalho estratégico, você consegue um valor alto com publicidade.
Mariana Madjarof

A geração influencer

O engajamento nas redes sociais passou a ser algo rentável. E não é pouco, viu? Contratos publicitários pagam dezenas de milhares em postagens publicitárias para quem acumula milhões de seguidores nas redes.

Com esse novo mercado, é de se pensar se vale a pena lutar com todas as forças e ter sua imagem arranhada, anônimo ou não, em troca do prêmio milionário.

Aline Ramos, colunista de Splash, diz que nenhum participante desprezará o prêmio, mas é preciso pensar no dinheiro futuro.

A questão é sobre quanto vale o seu capital social quando você sai do programa e não sobre quanto dinheiro você leva dele.
Aline Ramos
Continua depois da publicidade

Aline usou o exemplo da influencer Boca Rosa, que entrou na casa mais famosa do Brasil com a imagem arranhada e saiu bem melhor. No entanto, durante o reality, ela passou por alguns conflitos e, ao perceber o problema, a família "ajudou" na sua saída.

Na verdade, pediram para os fãs votarem para ela ser eliminada. Foi uma postura ousada da família, mas que prezou muito mais pelo que ela já tinha construído aqui fora.
Aline Ramos

E o entretenimento?

Mas o reality é movido no imprevisto e tretas. Quando um participante, seja ele famoso ou anônimo, pensa mais no que pode perder aqui fora do que ganhar dentro da casa, quem perde somos nós, espectadores.

Chico Barney, também colunista de Splash, destaca que, principalmente depois da última temporada, o prêmio em dinheiro é apenas um gatilho para os participantes, que têm um espaço razoável em um programa no horário nobre da TV Globo.

Continua depois da publicidade
Meu principal receio é que isso deixe os participantes com o freio de mão puxado, tentando agir em benefício próprio, em vez do entretenimento do publico.
Chico Barney