PUBLICIDADE
Topo

Roberto Sadovski

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

UOL faz aniversário: Uma jornada de 25 anos em (pouco mais de) 25 filmes

Tom Hardy em "Mad Max: Estrada da Fúria" - Warner
Tom Hardy em 'Mad Max: Estrada da Fúria' Imagem: Warner
Roberto Sadovski

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Colunista do UOL

28/04/2021 05h43

Um quarto de século atrás o mundo era absurdamente diferente. A internet comercial engatinhava no Brasil, redes sociais só existiam por carta e um mundo interligado e disponível literalmente na palma da mão era coisa de ficção científica. Foi nesse cenário que o UOL começou suas atividades, contribuindo amplamente para posicionar o país para o século que se avizinhava.

É curioso observar evolução da cultura pop nesse período. Em particular o cinema, sempre um reflexo de seu tempo, consagrando talentos e revelando novas vozes que alteraram o curso do entretenimento.

Escolher os filmes mais importantes e impactantes dos últimos 25 anos não foi uma tarefa fácil. Na verdade, foi tão complicado que eu trapaceei de leve, selecionando 50 filmes que você não pode deixar de conhecer para entender o estado das coisas no mundo moderno.

Listas são sempre objeto de disputa e discussão - o que é ótimo! Eu mesmo reviso as minhas de tempos em tempos, e justamente por isso alguns títulos a seguir não batem com alguns "melhores do ano" escolhidos por mim aqui mesmo no UOL.

Não importa. O que vale é celebrar a arte e o trabalho de artesãos que, há um quarto de século, contribuem para nos transportar a outras mundos, outras histórias, outras reflexões e outras realidades. Tudo isso sem sair da sala escura!

1996

25 fargo - Fox - Fox
'Fargo'
Imagem: Fox

Tavez o mundo não estivesse preparado para o impacto de "FARGO", filme de humor ácido e provocador criado pelos irmãos Joel e Ethan Coen. O que começa com uma história de extorsão numa cidadezinha gelada em Minnesota termina com violência e homicídio, numa trama conduzida por uma chefe de polícia grávida - papel que deu o Oscar a Frances McDormand. Um quarto de século depois, "Fargo", transformado em série de TV, ainda reverbera.

Pensando bem...
Danny Boyle fez de Ewan McGregor um astro e de "Trainspotting" o filme perfeito para traduzir a geração desregrada do final do século.

1997

25 los angeles - Warner - Warner
'Los Angeles - Cidade Proibida'
Imagem: Warner

O cinema noir ganhou um exemplar de peso - e o público, um filmaço de tirar o fôlego - quando o diretor Curtis Hanson entregou seu "LOS ANGELES - CIDADE PROIBIDA". Adaptado da obra de James Ellroy, o drama mergulha na corrupção da Los Angeles dos anos 1950 ao acompanhar três policiais de personalidades diferentes que desbaratam uma série de crimes. O elenco é um absurdo, de Kevin Spacey em sua melhor forma, passando por Guy Pearce e Russell Crowe despontando em Hollywood até performances absurdas de Danny DeVito, David Strathairn e Kim Basinger - que levou o Oscar.

Pensando bem...
James Cameron foi da tragédia ao triunfo em "Titanic" e criou um dos dramas românticos mais populares e festejados da história.

1998

25 soldado ryan - Paramount - Paramount
'O Resgate do Soldado Ryan'
Imagem: Paramount

Depois de reinar nos anos 1980 e desacelerar na década seguinte depois do combo "Jurassic Park" e "A Lista de Schindler" em 1993, Steven Spielberg pegou a todos de surpresa com a força emocional e cinética de "O RESGATE DO SOLDADO RYAN". Usando a Segunda Guerra Mundial como palco, ele fez uma aventura não sobre o conflito, e sim sobre um batalhão abalado por destruição e morte que precisa encontrar um soldado nas linhas inimigas antes de voltar para casa. A abertura do filme, com o desembarque das forças aliadas nas praias da Normandia trouxe um Spielberg brutal, que teceu a partir dali uma história sobre a futilidade da guerra e seu custo humano. Com Tom Hanks à frente, o elenco também traz Edward Burns, Matt Damon e Vin Diesel.

Pensando bem...
Jim Carrey se reinventou como ator como protagonista involuntário de um reality show em escala global no surreal "O Show de Truman".

1999

25 matrix - Warner - Warner
'Matrix'
Imagem: Warner

"MATRIX" foi o filme que traçou os caminhos do cinema para o novo século. Estilizado e inteligente, ousado e revolucionário, a aventura das irmãs Wachowsky colocou Keanu Reeves como o salvador da humanidade em um futuro distópico dominado pelas máquinas. Duas décadas depois, o mundo encontra-se mais e mais dependente da tecnologia, mas nem tão cedo vai surgir um Escolhido arrebentando avatares malignos com golpes de kung fu. Não e exagero dizer que a cultura pop se divide em antes e depois desta aventura cerebral e acelerada, até hoje ainda sem paralelos.

Pensando bem...
David Fincher celebra a alienação do homem moderno com Brad Pitt e Edward Norton em "Clube da Luta".

2000

25 tigre dragao - Sony - Sony
'O Tigre e o Dragão'
Imagem: Sony

Ang Lee resgatou suas raízes chinesas de forma espetacular no absurdamente belo "O TIGRE E O DRAGÃO". Se na superfície estamos diante de wuxia, um filme de artes marciais ambientado na China antiga, o maior feito do diretor foi tecer uma história de apelo universal. É um conto de heróis e vilões, tradição e lealdade, descoberta da honra e elevação do espírito. Tudo isso embalado em uma aventura de ação ininterrupta, com lutadores marciais tão habilidosos que se tornam mais leves que o ar, mais velozes que o vento. É um trabalho poético que revelou ao mundo a beleza da cinematografia de um país em constante mutação, mas orgulhosamente conectado com sua história.

Pensando bem...
A vida na estrada, a efemeridade da fama, um amor adolescente e o rock and roll como estilo de vida compõem a narrativa do hipnotizante "Quase Famosos".

2001

25 senhor aneis - Warner - Warner
'O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel'
Imagem: Warner

O cinema de fantasia era propriedade de poucos, existindo em bolhas nas trincheiras da cultura pop. Foi a mão de Peter Jackson, porém, que levou ao cinema a mais de todas elas com "O SENHOR DOS ANÉIS - A SOCIEDADE DO ANEL", que abriu a trilogia épica inspirada nas palavras de J.R.R. Tolkien e escreveu no tecido do entretenimento um mundo de orcs, magos, demônios, elfos, heróis virtuosos e vilões encarnando o próprio mal. A saga de Frodo Baggins e seus companheiros para destruir o Um Anel e salvar a Terra-Média sobrevive como um dos maiores feitos do cinema moderno, uma obra tão imortal quanto as palavras de seu criador.

Pensando bem...
Ridley Scott transformou a guerrilha urbana em obra de arte com a perfeição técnica e o impacto político e emocional de "Falcão Negro em Perigo".

2002

25 cidade deus - Imagem/O2 - Imagem/O2
'Cidade de Deus'
Imagem: Imagem/O2

Quem diria que, com o novo século, o Brasil teria finalmente um filme-assinatura mundial? "CIDADE DE DEUS", entretanto, vai além. O drama policial, político e social de Fernando Meirelles voltou seu olhar para a evolução furiosa e violenta do submundo carioca, dos malandros heroicos aos traficantes perigosos, em uma saga criminosa que troca a elegância das mansões dos Corleone e a rispidez de Henry Hill pelas favelas do Rio de Janeiro, humanizadas por um elenco absurdo em seu talento e acelerada pela câmera e a narrativa de Meirelles. Indiscutivelmente um dos melhores filmes brasileiros de todos os tempos, é também a produção mais festejada além de nossas fronteiras, motivo de orgulho e esperança para o cinema feito em casa.

Pensando bem...
Em "Herói", Zhang Yimou transforma a história da unificação da China em uma saga de artes marciais traduzida como um dos filmes mais absurdamente belos da história.

2003

25 kill bill - Imagem - Imagem
'Kill Bill - Volume 1'
Imagem: Imagem

Ao conceber seu quarto filme, dividido em dois pouco antes de seu lançamento, Quentin Tarantino criou também sua personagem mais icônica. A Noiva, na verdade, nasceu de uma colaboração com Uma Thurman, que ganhou aqui seu melhor papel: a assassina que deixa a vida de crimes, é traída pelos companheiros e, após acordar de anos em coma, parte em uma missão de vingança. O diretor injetou em "KILL BILL" todas as suas paixões, da filosofia de "Star Trek" aos filmes de artes marciais chineses, tudo embalado com ritmo de história em quadrinhos, humor ácido e sequências inesquecíveis. Ainda aguardamos, ansiosos, a terceira parte.

Pensando bem...
A união do carisma rústico de Russell Crowe e o talento inimitável do diretor Peter Weir resultou em "Mestre dos Mares", uma das aventuras mais subestimadas do cinema moderno.

2004

25 brilho eterno - Universal - Universal
'Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças'
Imagem: Universal

Não existe casal mais inusitado para um filme romântico do que Jim Carrey e Kate Winslet. Mais ainda se o tal filme é uma ficção científica sobre memórias que podem ser apagadas para diminuir a dor da perda. De alguma forma, o roteirista Charlie Kaufman, conduzido pelo diretor Michel Gondry, fizeram com que todas as peças de "BRILHO ETERNO DE UMA MENTE SEM LEMBRANÇAS" se juntassem em um conto de fadas sobre a inevitabilidade do amor e o poder irrefreável que conecta almas gêmeas. Jim Carrey e Kate Winslet? Ah, eu torço sempre por eles!

Pensando bem...
Com "Homem-Aranha 2", Sam Raimi criou a aventura definitiva do herói da Marvel e alcançou a perfeição com a fórmula do filme-evento com coração.

2005

25 brokeback - Europa - Europa
'O Segredo de Brokeback Mountain'
Imagem: Europa

Poucas histórias de amor são tão poderosas e tão dilacerantes quanto "O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN", em que Ang Lee transforma o isolamento em personagem e também em testemunha do sentimento que brota entre as pessoas mais improváveis. Eles são os caubóis Ennis e Jack, que desenvolvem um relacionamento emocional e sexual ao cuidar de um rebanho na montanha que batiza o filme. Lee merece aplausos ao conduzir a trama com elegância e abandono, mas é o trabalho de Heath Ledger e Jake Gyllenhaal que adiciona complexidade aos mais humano dos sentimentos.

Pensando bem...
David Cronenberg escalou Viggo Mortensen para a adaptação da HQ "Marcas da Violência" e entregou um filmaço sobre ações e consequências que nos assombram em vida.

2006

25 filhos esperança - Universal - Universal
'Filhos da Esperança'
Imagem: Universal

O mais assustador da da distopia "FILHOS DA ESPERANÇA", um futuro sombrio sob a ótima de Alfonso Cuarón, é o quanto ele é próximo, se não em fatos, mas em espírito, do mundo de hoje. Neste amanhã, mulheres perderam a capacidade de gerar filhos, a humanidade se esfacela na consciência de que vive sua última geração, e Clive Owen precisa cruzar uma Inglaterra tomada por uma guerra civil sem sentido para conduzir uma adolescente em segurança, talvez a última esperança da Terra. A perfeição técnica do diretor mexicano encontra na trama desoladora seu veículo perfeito. Um filme como poucos.

Pensando bem...
Guilermo Del Toro colocou a guerra civil que assombrou a Espanha Franquista como fantasia sob o olhar de uma criança no espetacular "O Labirinto do Fauno".

2007

25 sangue negro - Disney - Disney
'Sangue Negro'
Imagem: Disney

"O poder corrompe, o poder absoluto corrompe absolutamente". No caso de Daniel Plainview, sua alma já estava mergulhada na ambição desmedida e na crueldade absoluta antes mesmo de ele descobrir petróleo - única riqueza possível em seu coração sem espaço para emoções humanas. É sob sua ótima que Paul Thomas Anderson desenvolve a obra-prima "SANGUE NEGRO". Possivelmente seu melhor trabalho, certamente melhor atuação da carreira irretocável de Daniel Day-Lewis. Hipnotizante e atemporal, até porque existe um pouco de Daniel Plainview em cada um de nós. Mesmo que seja impossível admitir.

Pensando bem...
Os irmãos Coen adaptam "Onde os Fracos Não Têm Vez", de Cormac McCarthy, em uma história de violência e corrupção coroada pela atuação icônica de Javier Bardem

2008

25 batman - Warner - Warner
'Batman - O Cavaleiro das Trevas'
Imagem: Warner

Super-heróis dos quadrinhos deixaram em definitivo a mesa das crianças com este thriller policial que Christopher Nolan disfarçou como uma história do Homem-Morcego. "BATMAN - O CAVALEIRO DAS TREVAS", mas do que um filme sobre o limite da loucura, personificada com absoluta anarquia pelo Coringa de Heath Ledger, é uma história sobre escolhas, e como elas podem deixar cicatrizes indeléveis em todos que elas atingem. É a jornada de Bruce Wayne, dividido entre a obsessão forjada com a morte de seus pais e a esperança em finalmente levar uma vida normal. Do lado de cá, sabemos que ele nunca teve opções.

Pensando bem...
Uma menina-vampiro, um garoto solitário e o isolamento do inverno sueco entrelaçam uma história de amor e violência em "Deixe Ela Entrar".

2009

25 distrito - Sony - Sony
'Distrito 9'
Imagem: Sony

Se a ficção científica é o melhor gênero para explorar a condição humana, "DISTRITO 9" é uma de suas melhores expressões modernas. Sob o manto do gênero, o sul africano Neill Blomkamp contou uma história irretocável sobre racismo e desigualdade econômica e social, sobre a mão opressora do estado e os rostos invisíveis entregues à miséria. Tudo embalado como uma fantasia sobre alienígenas presos à Terra, obrigados a viver como indigentes em uma sociedade que os olha com desdém e desprezo. Quando um de "nós" se torna um "deles", a empatia surge, nem que seja à força. Uma obra-prima moderna.

Pensando bem...
Quentin Tarantino reescreve a história e dá um destino mais adequado à Hitler e sua corja nazista no farsesco e violento "Bastardos Inglórios".

2010

25 rede social - Sony - Sony
'A Rede Social'
Imagem: Sony

A humanidade do novo século vive duas vidas: a real, com traumas e defeitos e textura, e a virtual, em que a realidade é maquiada para uma projeção de nosso ego. Nenhum filme retrata melhor essa ruptura no tecido comunitário como "A REDE SOCIAL". Com precisão quase cirúrgica, David Fincher dramatiza a trajetória de Mark Zuckerberg e a criação do Facebook, a rede social que conectou o mundo e, ao mesmo tempo, aumentou sua cisão. Com olhar agudo, seguindo o roteiro de Aaron Sorkin, Fincher conduz a figura de Zuckerberg, interpretado com gosto por Jesse Eisenberg, entre desfiladeiros legais e abismos interpessoais, sublinhando que informação é a moeda corrente do agora e que privacidade é um conceito que pertence ao ontem. Essencial para entender-mos onde estamos e como aqui chegamos.

Pensando bem...
Sim, você também se acabou em lágrimas quando pensou que um grupo de brinquedos seria incinerado em "Toy Story 3".

2011

25  drive - Imagem - Imagem
'Drive'
Imagem: Imagem

Até hoje dou risada com a história da mulher nos EUA que pediu o dinheiro do ingresso de volta ao sair de uma sessão de "DRIVE" - ela achou que fosse no espírito de "Velozes & Furiosos". O filme de Nicolas Winding Renf, porém, não poderia ser mais distante da testosterona de Vin Diesel e cia. É um drama contemplativo sobre solidão e redenção - que explode em fúria quando o motorista de fugas interpretado por Ryan Gosling envolve-se com sua vizinha, que traz sua própria bagagem de problemas. É uma história ancorada no silêncio, e não em pirotecnia, o que deixa sua violência ainda mais intensa. Uma lição que Hollywood podia seguir com mais frequência.

Pensando bem...
O estilo documental do iraniano Asghar Farhadi amplia a escolha de um casal dividido por uma escolha em "A Separação".

2012

25 skyfall - Sony/MGM - Sony/MGM
'007 - Operação Skyfall'
Imagem: Sony/MGM

James Bond celebrou seus 50 anos no cinema em sua aventura mais esmerada, com o talento do oscarizado Sam Mendes na direção e o visual refinado cortesia do fotógrafo Roger Deakins. Tudo a serviço da missão mais pessoal de Bond, que precisa encarar seu passado quando os pecados de M (Judi Dench) voltam com fúria. "007 - OPERAÇÃO SKYFALL" traz Daniel Craig consolidando sua força como Bond, e encontra em Javier Barden um adversário à altura. Em um ano de filmes densos ("O Mestre", "A Hora mais Escura") e de entretenimento de primeira ("Os Vingadores", "Looper"), foi 007 quem melhor equilibrou a balança.

Pensando bem...
A genialidade de "Lincoln" mostra o quanto estamos errados em subestimar os filmes contemporâneos do gênio Steven Spielberg.

2013

25 lobo wall - Paris - Paris
'O Lobo de Wall Street'
Imagem: Paris

Leonardo DiCaprio pode ter ganho seu Oscar com "O Regresso", mas certamente seu melhor trabalho foi sob a direção de Martin Scorsese neste "O LOBO DE WALL STREET". Ao contar a trajetória do investidor Jordan Belfort, o cineasta usou seu arsenal completo. Edição acelerada, senso de humor ácido, diálogos cortantes e uma jornada de herói da conquista à tragédia até a redenção. DiCaprio devora o personagem e se entrega por completo, protagonizando momentos patéticos, absurdos, triunfantes e, vá lá, ternos. Tudo isso para emoldurar um filmaço que lembra porque Scorsese é superlativo. De quebra, ainda nos brindou com Margot Robbie!

Pensando bem...
A solidão do espaço é transformada em jornada de renascimento com Sandra Bullock aos cuidados de Alfonso Cuarón em "Gravidade".

2014

25 birdman - Fox - Fox
'Birdman (ou A Inesperada Virtude da Ignorância)
Imagem: Fox

"BIRDMAN" é tanto um filme quanto uma experiência. Alejandro González Iñárritu certamente traz um apuro técnico absurdo, construindo seu filme como se simulasse um único take. É uma forma inteligente de entrar na mente do ator interpretado por Michael Keaton, que anos depois de estar atrelado a um filme de super-heróis tenta se reinventar nos palcos da Broadway. A óbvia metalinguagem encontra em Keaton, sublime em seu melhor momento, o objeto perfeito para comentar sobre a escalada de filmes baseados em personagens fantásticos. Mas a ambição de Iñárritu não é assim rasa, preferindo uma meditação sobre nossa necessidade de aprovação perante terceiros. E o custo que ela traz.

Pensando bem...
A música como motor da obsessão pela precisão emoldura o dilacerante "Whiplash - Em Busca da Perfeição",

2015

25 mad max - Warner - Warner
'Mad Max: Estrada da Fúria'
Imagem: Warner

Não existe experiência cinematográfica tão exuberante e extraordinária no século 21 como "MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA". O feito de George Miller é extraordinário, validando um gênero casualmente desprezado como "menor". Ele criou uma jornada cinética que coloca Max (Tom Hardy, assumindo o lugar de Mel Gibson) mergulhado no plano de fuga de um grupo de mulheres constantemente violadas por um líder louco, conduzidas por Furiosa (Charlize Theron, transcendental). Miller criou um milagre, o filme de ação definitivo, embalado por filosofia ("Quem quebrou o mundo?"), feminismo, lealdade, política, gênero e violência. Tudo com diálogos mínimos, usando a ação para informar tudo sobre trama e personagens. Seus anos depois, ainda é o melhor filme do ano.

Pensando bem...
Em "Ex Machina", o homem cria a inteligência artificial materializada como uma bela mulher - e engana-se ao acreditar que pode controlá-la.

2016

25 lalaland - Paris - Paris
'La La Land'
Imagem: Paris

"LA LA LAND" é um dos filmes mais agridoces do cinema moderno, uma história de amor certinha que resvala na fantasia, ensaia um final feliz e, por fim, esbarra na aridez que a vida real teima em revelar. Ryan Gosling e Emma Stone são dois sonhadores em uma Los Angeles recheada de aspirantes a artista. Seus caminhos se cruzam como nas comédias românticas mais açucaradas, mas logo o individualismo se impõe. Você quer torcer para os dois, mas também espera que cada um atinja seu sonho que os conduziu até ali em primeiro lugar - mesmo que isso signifique trilhas diferentes. A escolha de contar essa história como musical cria uma atmosfera onírica, e o diretor Damien Chazelle equilibra com habilidade o limite com a realidade, resultando em um filme lindo, festivo e... agridoce - como toda boa história de amor.

Pensando bem...
Usar a linguagem como condutor narrativo é o desafio de "A Chegada", ficção científica cerebral que mostra a evolução exponencial do talento de Denis Villeneuve.

2017

25 corra - Universal - Universal
'Corra!'
Imagem: Universal

Jordan Peele, em sua estreia como diretor, conseguir misturar horror, comentários social e ficção científica em um dos filmes mais importantes do cinema moderno. "CORRA!" não é apenas sobre racismo, mas traz uma reflexão sobre uma sociedade racista que busca apropriar-se da cultura negra para usá-la em seu próprio proveito. O conceito e traduzido na visita que o personagem de Daniel Kaluuya faz aos pais da namorada. Ele, negro, entranha a extrema cordialidade de seus anfitriões, brancos. Logo o objetivo de tudo revela-se em uma narrativa demolidora, em que Peele usa de forma brilhante nossas noções de raça e correção política para entregar um petardo de violência e pseudo ciência. Essencial!

Pensando bem...
Christopher Nolan recupera um momento chave da Segunda Guerra Mundial embaralhando três linhas temporais que se completam em "Dunkirk".

2018

25 aranhaverso - Sony - Sony
'Homem-Aranha no Aranhaverso'
Imagem: Sony

Quando os filmes de super-heróis parecem ter explorado todos os cantos da criação cinematográfica, "HOMEM-ARANHA NO ARANHAVERSO" coloca ordem na casa com uma explosão de cores, criatividade e puro deleite. O protagonista aqui não é Peter Parker, e sim Miles Morales, que em uma Terra paralela torna-se herdeiro do manto do Homem-Aranha. O começo de sua jornada, literalmente seus primeiros passos como herói, acontece em uma aventura com outros personagens aracnídeos, unidos contra um inimigo comum. Daí é só diversão, emoldurada na animação mais inovadora e esperta do cinema moderno, numa narrativa desenhada para confirmar que grandes poderes ainda trazem grandes responsabilidades.

Pensando bem...
Poucos filmes surgem tão apavorantes como "Hereditário", que consolida-se como expoente do terror moderno, revelando no processo o talento do diretor Ari Aster.

2019

25 parasita - Pandora - Pandora
'Parasita'
Imagem: Pandora

Veio da Coreia do Sul a obra que melhor traduziu o imenso abismo que separa ricos e pobres - não como um trabalho ginasial que desenha vilões e vítimas, mas como reflexo de uma inquietude social que mostra os degraus mais turvos do que aparentam. Com "PARASITA", o diretor Bong Joon Ho criou uma sátira em que uma família na mais baixa casta de Seul embrenha-se na casa de seus patrões ricos, aumentando sua influência para elevar seu próprio padrão. A descoberta de um estrato social ainda mais rasteiro embaralha os papéis e mostra que, enquanto a sociedade insistir em uma divisão tão gritante, a resposta sempre será violenta. Entretenimento, reflexão e cinema de primeira, tudo no mesmo pacote.

Pensando bem...
Quentin Tarantino reescreve a história (novamente) como uma farsa deliciosamente nostálgica em "Era Uma Vez em Hollywood".

2020

25 nomadland - Disney - Disney
'Nomadland'
Imagem: Disney

A América de vastas paisagens, de riqueza ímpar, esconde nas entrelinhas aqueles que sofrem com crises, econômicas e existenciais, que decretam o fim de sua história. É nessa encruzilhada que Fern (Frances McDormand) aponta seu caminho em "NOMADLAND", uma reflexão sobre a solidão voluntária, autoimposta por aqueles que seguem uma vida nas estradas, por opção ou necessidade, quando a vida no sistema torna-se intolerável. Ao dramatizar a trajetória de nômades de verdade, incluídos como personagens, a diretora Chloé Zhao cria uma obra única, borrando os limites entre realidade e ficção, com sua protagonista ancorando uma jornada ao coração de um país de desassistidos que provam o verdadeiro sentido da palavra comunidade.

Pensando bem...
A Era de Ouro de Hollywood revela sua face mesquinha, política e competitiva na brilhante viagem promovida por David Fincher em "Mank".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL