PUBLICIDADE
Topo

Zeca faz viagem sem sair de casa com temperos e prato com sabor de roça

De Nossa

16/08/2020 13h08

Em mais um #BrasilCozinhaComigo, Zeca Camargo realizou uma verdadeira viagem pelo Brasil e pelo mundo. Na produção de Nossa e MOV, do UOL, o apresentador recebeu o chef Fábio Beli para uma receita criativa: paella caipira.

Apaixonado por temperos, Zeca tem uma coleção deles em casa, tudo em uma "suave" baguncinha na gaveta (e que cozinha da vida real não tem esse jeito espontâneo?). "Não gostou, então não prova do meu prato", brincou o apresentador.

Entre os destaques desse universo de aromas e sabores estão folhas de limão kaffir, grão de cardamomo (que transforma qualquer café), pó de capim limão, Fish sauce (direto da Tailândia), pimentas diversas, pesto de pistache, sal defumado do Chile, geleia de Bali para comer com um queijo e mais lembranças das ruas de Istambul, na Turquia, em que esse universo faz parte da cultura local.

Roça na mesa

Direto de São João da Boa Vista, interior de São Paulo, veio o convidado da vez: Fábio Beli. O chef se define como preguiçoso "porque não aguentei o dia a dia de cozinha de restaurante, que te prende demais".

Com essa pegada menos gourmet e mais raiz, surgiu a ideia de algo fácil para cozinhar em casa com a paella caipira.

Na versão de Fabio, ela ganhou carne de porco e de frango, e mais ingredientes da roça. O que segue semelhança com a receita espanhola é a cúrcuma.

Ao final da receita, mais uma vez, o tempero é tema de conversa, com as pimentas feitas em casa mesmo.

E combina muito com a culinária caipira, seja curada em óleo, cachaça ou vinagre", disse Fábio.

Para ficar ainda mais completa essa viagem de sabores, a harmonização foi feita com vinho português, de Cascais, e tempero generoso, com direito a muito azeite e pimenta de murupi do Pará.

"Me desculpem os espanhóis...", disse Zeca ao provar o prato.

Paella caipira - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Paella caipira
Imagem: Arquivo pessoal

Café artesanal

Também projeto de Fábio, está o Ragazzo Café, um produto de Arábica, produzido artesanalmente. " As pessoas estão buscando origens, coisas de mais qualidade, orgânico", acredita.

fábio beli - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Fábio, do Ragazzo, café produzido no interior de São Paulo
Imagem: Arquivo pessoal
café ragazzo - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
A produção do café: grãos selecionados, pequena tiragem e perfil gourmet
Imagem: Arquivo pessoal

Cultura fora da cozinha

Zeca finalmente acabou seu quebra-cabeça com a obra de Tarsila do Amaral e não deixou de apresentar a já indispensável Curva das Expectativas Flutuantes.

Sua aposta do que "Vão Falar" é a cantora filipino-britânica Beabadoobee. Já no "Tão Falando", Zeca destacou a Escolinha do Professor Raimundo on-line. No "Tão Gostando", ele destacou a série "Rede do Ódio" e a última edição da revista "Vogue", que fala de esperança.

Em "Perfeição", Zeca destaca o livro "O Avesso da Pele", uma ficção o que significa ser um professor negro no Brasil, e mais livros sobre a questão negra, como "A Razão Africana" e "Um Outro Brooklyn".

Ainda sobre o mercado editorial, o apresentador acha que "Tá enchendo" o imposto sobre livros e que "Já encheu" a polêmica sobre Romero Britto.

Já no "Tá voltando", Zeca lembra o relançamento em versão deluxe de "Sign O'The Times", do Prince. "Nunca sei qual o melhor disco do Prince e este é uma enciclopédia de sons maravilhosos".