PUBLICIDADE
Topo

'Quem está no poder não deve gostar muito de livro', diz Zeca sobre imposto

De Nossa

16/08/2020 13h38

O grande destaque da Curva das Expectativas Flutuantes no #BrasilCozinhaComigo deste domingo (16) foi a notícia envolvendo a possibilidade do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) aplicar uma nova taxação sobre livros com o seu projeto de reforma tributária. Para Zeca Camargo, a criação do imposto é absurda. "Quem está no poder não deve gostar muito de livros", criticou.

O jornalista ainda destacou "Rede do Ódio", filme polonês lançado recentemente pela Netflix, e a Escolinha do Professor Raimundo online como as pautas que estiveram mais em alta na boca das pessoas durante a última semana.

Camargo também citou a polêmica envolvendo o artista brasileiro Romero Britto após um vídeo viralizar nas redes sociais. Na gravação, uma mulher aparece gritando com o pintor e jogando uma de suas obras no chão. De acordo com o apresentador, esse é um dos assuntos que já estão cansando o público.

Em alta: Escolinha do Professor Raimundo, "Rede do Ódio", Vogue Hope e O Avesso da Pele

Entre os assuntos mais falados da semana, o jornalista citou o retorno da Escolinha do Professor Raimundo. De forma remota, o protagonista Bruno Mazzeo e alguns integrantes do humorístico conseguiram gravar suas participações para os novos episódios. Segundo Zeca, uma conversa com Mazzeo ainda em abril durante o programa É de Casa ajudou a equipe a idealizar o formato da Escolinha online.

O apresentador também lembrou o livro "o Avesso da Pele", escrito pelo autor Jeferson Tenório sobre o que significa ser um professor negro no sistema público de educação no Brasil, e a nova edição da revista Vogue, intitulada Hope, como duas das pautas que ainda estão em alta na cultura pop.

Em baixa: imposto sobre livros e polêmico com Romero Britto

Zeca Camargo criticou a possibilidade de taxação sobre livros imposta pela proposta de reforma tributária idealizada pelo ministro da economia Paulo Guedes. Para o jornalista, a escolha é absurda e vai contra o avanço intelectual da população. "É um país que não respeita livros e sabedoria. São ideias assustadoras", comentou.

Sobre a recente polêmica envolvendo o artista Romero Britto, Camargo foi enfático. "Não gosto de grosseria e nem de falta de educação. De tudo o que foi mostrado, ainda não vi uma explicação sobre o que aconteceu no restaurante", lembrou.

O nome de Britto esteve em alta nas redes sociais após um vídeo, no qual uma mulher aparece em sua galeria e joga uma de suas obras no chão, se tornar viral. O motivo teria sido uma má conduta do pintor com funcionários do restaurante do qual ela seria proprietária.

Vão falar: beabadoobee

Para Camargo, a cantora beabadoobee ainda será muito comentada pelo público nos próximos meses. De origem filipina-britânica, a jovem de apenas 20 anos está em alta com o sucesso da música Coffee. Um remix da faixa produzido em parceria com o músico Powfu também vem dando o que falar nas redes sociais.

Estão voltando: Sign O'The Times

O apresentador do #BrasilCozinhaComigo comemorou o relançamento de Sign O'The Times, disco clássico do cantor americano Prince, morto em 2016. A versão "deluxe" do álbum contará com 47 faixas remasterizadas e mais 45 músicas inéditas gravadas entre maio de 1979 e junho de 1987.

O lançamento está previsto para 25 de setembro de 2020.

O #BrasilCozinhaComigo é a nova série de Nossa, o canal de lifestyle do UOL. Todo domingo, Zeca Camargo recebe um convidado de uma região diferente do país, para trocar receitas e histórias. Você pode acompanhar as lives, sempre ao meio dia, no Youtube de Nossa.