PUBLICIDADE
Topo

Jogos Olímpicos serão 'descartados' se não ocorrerem em 2021, diz dirigente

Sol atrás dos aros olímpicos no parque Odaiba, em Tóquio no dia em que os Jogos Olímpicos de 2020 foram adiados - Clive Rose/Getty Images
Sol atrás dos aros olímpicos no parque Odaiba, em Tóquio no dia em que os Jogos Olímpicos de 2020 foram adiados Imagem: Clive Rose/Getty Images

28/04/2020 11h24

TÓQUIO (Reuters) - O presidente de Tóquio 2020, Yoshiro Mori, disse que os Jogos Olímpicos, já adiados para 2021, serão "descartados" se não puderem acontecer naquele momento, de acordo com entrevista publicada nesta terça-feira.

O Comitê Olímpico Internacional e o governo japonês decidiram no mês passado adiar os Jogos para julho de 2021 por causa do impacto do surto de coronavírus.

Com o aumento da taxa de infecção mundial da epidemia e especialistas sugerindo que a vacina ainda está longe, questões estão sendo feitas sobre se um novo adiamento poderia ser necessário.

"Não. Nesse caso, as Olimpíadas serão descartadas", afirmou Mori em entrevista ao jornal de esportes japonês Nikkan Sports, quando perguntado se os Jogos poderiam ser adiados até 2022.

(Reportagem de Jack Tarrant e Junko Fujita)

Olimpíadas