PUBLICIDADE
Topo

Copa 2018

Presidente do Uruguai defende candidatura conjunta para Copa de 2030

9.abr.2015 - O presidente do Uruguai, Tabaré Vásquez, parte de Montevidéu rumo à Cidade do Panamá, onde participará da 7ª Cúpula das Américas. O encontro reúne chefes de Estado do continente -- incluindo, pela primeira vez, Cuba -- entre sexta-feira (10) e sábado (11) - Presidência de Uruguai/EFE
9.abr.2015 - O presidente do Uruguai, Tabaré Vásquez, parte de Montevidéu rumo à Cidade do Panamá, onde participará da 7ª Cúpula das Américas. O encontro reúne chefes de Estado do continente -- incluindo, pela primeira vez, Cuba -- entre sexta-feira (10) e sábado (11) Imagem: Presidência de Uruguai/EFE

Da EFE, em Montevidéu (Uruguai)

19/02/2018 17h33

Montevidéu, 19 fev (EFE).- O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, defendeu nesta segunda-feira que a Copa do Mundo de 2030 seja realizada no país, na Argentina e Paraguai, que propõem candidatura conjunta, devido a história do torneio na região.

"Não há nada que permitam os dirigentes do futebol mundial afirmarem que não há condições de se realizar na região o campeonato. Acreditamos que, é justo que esse Mundial de 2030, possamos organizar entre Argentina, Paraguai e Uruguai", disse o chefe de Estado.

Os líderes dos três países se encontraram em Montevidéu, para reunião de trabalho da comissão integrada da candidatura. Vázquez assegurou ter convicção de que "o Rio da Prata" tem capacidade de organizar com sucesso a competição.

"Se hoje parece difícil organizar um Mundial, é por isso que três países estamos nos reunindo para realizá-lo. Pensem como terá sido difícil em 1930, embarcar na aventura de organizar a primeira copa. Se tivesse sido uma experiência ruim, não sei se hoje estaríamos falando de um novo Mundial", avaliou.

O presidente do Uruguai ainda respondeu sobre a concorrência de "outros países muito poderosos", como classificou, lembrando que nenhum deles foi sede da primeira edição, em 1930.

Além do discurso realizado por Vázquez, após o encontro entre líderes, foram apresentadas duas sugestões de logotipos para a edição centenária da Copa, criadas pela área criativa e de design do governo da Argentina.

O secretário do Esporte do Uruguai, Fernando Cáceres, disse, em entrevista coletiva, que a comissão de candidatura, estudará nos próximos 15 dias as marcas apresentadas.

Copa 2018