PUBLICIDADE
Topo

Copa 2018

Suspenso, Guerrero comemora classificação peruana: "sonho virou realidade"

Guerrero durante jogo contra a Argentina em outubro; ausência na repescagem - Marcos Brindicci/Reuters
Guerrero durante jogo contra a Argentina em outubro; ausência na repescagem Imagem: Marcos Brindicci/Reuters

16/11/2017 07h04

O capitão da seleção peruana e atacante do Flamengo, Paolo Guerrero, ausente das duas partidas da repescagem intercontinental das Eliminatórias contra a Nova Zelândia, afirmou nesta quinta-feira que o "sonho de todos virou realidade" ao ver seu país conseguir a vaga para a Copa do Mundo da Rússia, após 36 anos.

"Estamos na Rússia. Hoje mais unidos que nunca", escreveu o jogador, em uma rede social.

Guerrero não atuou nas duas partidas contra os neozelandeses (empate em 0 a 0, em Wellington e vitória peruana por 2 a 0, quarta-feira, em Lima), por estar suspenso preventivamente por 30 dias, ao ter sido flagrado em exame antidoping.

A seleção peruana dedicou os gols e a classificação ao seu capitão, que ainda tem esperança de ser absolvido no julgamento e disputar sua primeira Copa do Mundo.

Será a quinta participação do Peru em mundiais. Antes, a seleção havia participado das edições do Uruguai-1930, México-1970, Argentina-1978 e Espanha-1982.

Gareca confirma permanência  

Como esperado, o técnico Ricardo Gareca confirmou que deixou a sua renovação de contrato acertada e continuará no comando do Peru pelo menos até a Copa do Mundo de 2018. 

“É verdade sobre a renovação e esperamos seguir por esse caminho de crescimento. Quero agradecer todos pelo apoio de sempre que nos brindaram”, disse Gareca.

 

 

Copa 2018