PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Aldo manda recado para Khabib: 'Só não perde quem para de lutar'

José Aldo comemora após vitória contra Pedro Munhoz no UFC 265 - Josh Hedges/Zuffa LLC
José Aldo comemora após vitória contra Pedro Munhoz no UFC 265 Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC

Ag. Fight

02/12/2021 06h00

Tudo indica que José Aldo está disposto a provar que Khabib Nurmagomedov está redondamente enganado ao seu respeito. Neste sábado (4), o brasileiro vai protagonizar o UFC Vegas 44 junto com Rob Font, em duelo que deve colocar o vencedor próximo da posição de desafiante ao título do peso-galo (61 kg), e, de quebra, pode responder o russo, que insinuou que ele estava acabado, com uma boa atuação no octógono.

Em uma coletiva de imprensa realizada na Rússia, Khabib afirmou que um lutador de MMA não possui dois auges no esporte e ainda questionou o que Aldo faz em atividade no UFC. Na ocasião, o brasileiro se posicionou e ressaltou que, como o russo está aposentado, precisa aparecer nos noticiários de alguma forma, nem que seja dizendo besteiras. O manauara foi além e revelou que "The Eagle" recusou enfrentá-lo, quando era campeão do peso-pena (66 kg).

No 'media day' do UFC Vegas 44, realizado na última quarta-feira (1º) e que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight, Aldo voltou a comentar sobre o assunto. O ex-campeão do peso-pena e que disputou o título do peso-galo, lembrou que não são poucos os atletas que deram a volta por cima no MMA com uma idade avançada e competindo contra adversários mais jovens. Como Khabib se aposentou do esporte de forma invicta e ainda novo, o 'Rei do Rio' garantiu que "The Eagle", mesmo sendo um lutador diferenciado, cedo ou tarde, iria conhecer sua primeira derrota e enalteceu os profissionais veteranos que aceitam correr riscos na modalidade.

"Sempre respeitei o Khabib, os fãs russos, tenho um carinho muito grande por eles. Um dia, se eu tiver a oportunidade, quero conversar com ele para ouvir diretamente da boca dele, não de tradução ou algo do tipo, aí posso entender exatamente aquilo que ele falou. Sobre o atleta conseguir ter um novo ápice, sim, não vejo como não. Sempre fui um esportista, acompanhei muitos esportes, grandes atletas. Assim como eu, Randy Couture, Jon Jones, Anderson Silva são pessoas especiais, com habilidades especiais, com a cabeça diferente", declarou Aldo, antes de completar.

"Ele tem total capacidade de chegar amanha e conquistar de novo. Quando cheguei no esporte, me via assim, sempre procurei ter como exemplo grandes atletas quando perderam, porque sabia que isso aconteceria. Só não vai perder quem parar de lutar. Aí sim, você não perde. Mas se você quiser conquistar, aumentar seu legado, você tem que ter exemplos que possam te dar motivação para subir. Hoje, pude ver o Glover conquistando o titulo com uma idade acima, quando ninguém imaginava. São pessoas diferentes, não se pode duvidar delas", concluiu.

José Aldo, de 35 anos, é um veterano do MMA, considerado por parte da imprensa e dos fãs como um dos principais lutadores da historia do esporte. O brasileiro estreou pelo UFC em 2011, disputou 18 lutas, venceu 12 e perdeu seis vezes. Atualmente, o atleta se encontra em quinto lugar no ranking do peso-galo. Seus triunfos de maior destaque na modalidade foram diante de Chad Mendes (duas vezes), Cub Swanson, Frankie Edgar (duas vezes), Jeremy Stephens, Kenny Florian, Marlon Vera, Mike Brown, Pedro Munhoz, Renato "Moicano", Ricardo Lamas, Urijah Faber e "Zumbi Coreano".

MMA