PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Brutalidade pura! Marcos 'Pezão' nocauteia Rothwell em 32 segundos no UFC

Brutalidade pura! Marcos "Pezão" nocauteia Rothwell em 32 segundos no UFC - Divulgação UFC
Brutalidade pura! Marcos 'Pezão' nocauteia Rothwell em 32 segundos no UFC Imagem: Divulgação UFC

Ag. Fight

13/11/2021 19h57

Depois de muito tempo, Marcos Rogério de Lima, finalmente, emplacou uma sequência de vitórias no UFC e ela aconteceu de forma especial. Na edição 'Vegas 42', realizada neste sábado (13), em Las Vegas (EUA), 'Pezão' brutalizou Ben Rothwell, veterano do peso-pesado, e precisou de apenas 32 segundos para nocautear. Após a bela performance, o brasileiro começa a vislumbrar uma possível entrada no top-15 da categoria.

Semifinalista da terceira edição do TUF Brasil, Marcos 'Pezão', de 36 anos, estreou no Ultimate em 2014, com triunfo sobre Richardson Moreira. No entanto, o peso-pesado alternou vitórias e derrotas na maior organização de MMA do mundo. Agora, o atleta, finalmente, embalou ao passar por Maurice Greene e Ben Rothwell.

A luta

Como um bom combate entre integrantes do peso-pesado, Marcos 'Pezão' e Ben Rothwell entraram no octógono dispostos a encerrar a luta o quanto antes e foi exatamente isso que aconteceu. Já em seu primeiro ataque, o brasileiro aplicou um chute baixo no adversário que acusou o golpe. Mais rápido e sentindo o cheiro de sangue, o paulista não temeu o poder do americano, acertou outro chute, um cruzado de canhota que fez o oponente caminhar para trás e, na grade, não parou de bater.

Com o gigante desnorteado, 'Pezão' seguiu atacando de forma frenética com cruzados e quase foi prejudicado pelo árbitro Herb Dean, que só parou o combate após o lutador informar que o oponente estava em péssimas condições para continuar. Ou seja, além de atuar bem no octógono, 'Pezão' ainda mostrou 'fairplay' raro em um esporte tão violento quanto o MMA. Sem dúvida, essa foi uma das melhores performances do brasileiro em sua carreira e lhe dá ânimo para seguir evoluindo e buscar um lugar no top-15 do peso-pesado do UFC.

Khaos volta a nocautear de forma brutal no UFC

Quando a luta entre os meio-médios (77 kg) Khaos Williams e Miguel Baeza foi anunciada pelo UFC, parte da comunidade do MMA comemorou. O motivo é simples, já que os atletas são agressivos e integram a nova geração da categoria. No octógono, os protagonistas da ação não decepcionaram. No primeiro round, 'The Ox Fighter' mostrou o quão perigoso é na trocação e assustou 'Caramel Thunder', que possui bom nível no setor, com seu poder. Tanto que acertou os melhores golpes. Ao perceber que estava em desvantagem em pé, Baeza conseguiu levar o duelo ao solo e, como possui maior conhecimento de jiu-jitsu, quase finalizou Khaos. O lutador tentou dar diversos botes, porém o striker estava atento, foi frio e conseguiu sobreviver.

No segundo assalto, os atletas diminuíram o ritmo, mas o combate seguia equilibrado. Na trocação, Khaos, novamente, levava vantagem com as mãos, enquanto Baeza apostava nos chutes. Na terceira e última parcial, os lutadores foram para o tudo ou nada, dispostos a não deixar os juízes laterais decidirem a batalha e conseguiram, mas quem levou a melhor foi 'The Ox Fighter'. Quando se armou para atacar, o striker recebeu um bom chute baixo de 'Caramel Thunder', que até o desestabilizou, porém resistiu, aos trancos e barrancos, avançou e acertou um cruzado de direita avassalador, que deu números finais ao confronto.

Khaos Williams, de 27 anos, estreou pelo UFC em 2020 e se tornou uma sensação do MMA por conta do poder que possui nas mãos. Em suas duas primeiras aparições no octógono, o americano nocauteou Alex Morono e Abdul Razak Alhassan em incríveis 27 e 30 segundos, respectivamente. Na sequência, o atleta foi derrotado por Michel Pereira, em duelo que obrigou o brasileiro a ser estratégico. Após o revés, 'The Ox Fighter' se recuperou ao superar Matthew Semelsberger e Miguel Baeza, dois bons valores dos meio-médios, em 2021.

Yadong impressiona e segue firme rumo ao topo do peso-galo

Aos poucos, Song Yadong deixa de ser uma promessa do MMA para se transformar em uma verdadeira ameaça aos tops do peso-galo (61 kg) do UFC. Neste sábado, o chinês, de apenas 23 anos, enfrentou Julio Arce, que possui bom nível, porém não teve qualquer trabalho no octógono. No primeiro round, o asiático já mostrou que estava acima do oponente nos quesitos trocação e velocidade. Dessa forma, no segundo assalto, o atleta não perdeu tempo e deu números finais ao duelo ao acertar o americano com uma bela sequência de chute, jab e direto.

A boa performance de Yadong no UFC Vegas 42 significou sua segunda vitória seguida pela companhia. O chinês, pupilo da lenda Urijah Faber, estreou pela maior organização de MMA do mundo em 2017, disputou nove lutas nela, levou a melhor em sete, sendo quatro pela via rápida, perdeu uma e empatou outra. Atualmente, o talentoso atleta ocupa o 15º lugar no ranking do peso-galo e, como é jovem, a tendência é que evolua e suba na tabela de classificação em breve.

Confira abaixo os resultados do UFC Vegas 42:

Marcos 'Pezão' nocauteou Ben Rothwell no 1º round;
Felicia Spencer nocauteou Leah Letson no 3º round;
Khaos Williams nocauteou Miguel Baeza no 3º round;
Song Yadong nocauteou Julio Arce no 2º round;
Joel Álvarez nocauteou Thiago Moisés no 1º round;
Andrea Lee venceu Cynthia Calvillo por interrupção médica no 2º round;
Sean Woodson nocauteou Collin Anglin no 1º round;
Cortney Casey venceu Liana Jojua por decisão unânime;
Rafael Alves finalizou Marc Diakiese no 1º round;
Da Un Jung nocauteou Kennedy Nzechukwu no 1º round.

MMA