PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Whittaker domina Gastelum e avança para possível revanche contra Adesanya

Robert Whittaker e Kelvin Gastelum - UFC Vegas 24 - Chris Unger/Zuffa LLC
Robert Whittaker e Kelvin Gastelum - UFC Vegas 24 Imagem: Chris Unger/Zuffa LLC

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

18/04/2021 02h12

Com pouco mais de dois anos de atraso, Robert Whittaker e Kelvin Gastelum finalmente se enfrentaram no octógono do UFC. Mas se em 2019 uma hérnia de disco no australiano impediu que a disputa fosse realizada valendo o cinturão, neste sábado (17), os atletas mediram forças de olho em uma chance de desafiar o atual campeão Israel Adesanya.

Melhor para o australiano, atual número um do ranking, que dominou a disputa em todos os assaltos. Apontado vencedor por todos os jurados, Whittaker anotou sua terceira vitória seguida no evento, o que possivelmente deve credenciá-lo para disputar o cinturão do evento novamente.

Curiosamente, o atleta de 30 anos perdeu apenas uma de suas últimas 13 apresentações, justamente para Adesanya, que o nocauteou em 2019 e roubou o título dos pesos-médios (84 kg). Por sua vez, o nigeriano perdeu sua invencibilidade no esporte ao ser superado por Jan Blachowicz quando tentava conquistar o cinturão dos meio-pesados (93 kg).

A luta

Explosivo, Gastelum dominou o centro do cage e tentou encurralar o adversário. Em busca de potentes ataques, sejam cruzados ou chutes baixos, o americano se expôs, e sofreu com o contra ataques de Whittaker. Mais veloz e preciso, o australiano conectou diretos de encontro, abusou de jabs e em duas ocasiões combinou com chutes na cabeça. Faltando dois minutos para o fim do round inicial, ele ainda aplicou uma queda que garantiu a vantagem na etapa. Whittaker 10 x 9 Gastelum.

No segundo assalto, o ex-campeão mostrou jogo de pernas de dar inveja. Andando para trás, Whittaker frustrou as investidas do rival e conectou diversos chutes, que marcaram o rosto e o tronco de Gastelum, que seguia com as tentativas de encurtar a distância, principalmente com cruzados. Whittaker 20 x 18 Gastelum.

O início da terceira etapa foi interessante. Após encontrar o tempo de entrada para seus golpes, o americano equilibrou a disputa e obrigou o rival a fugir de suas combinações em dois momentos. No entanto, a segunda metade dos cinco minutos foi marcada pelo amplo domínio do australiano, que voltou a abusar dos chutes, que balançaram o rival algumas vezes. Whittaker 30 x 27 Gastelum.

Com nítida queda de intensidade e volume de golpes, o quarto assalto foi marcado pelas esquivas e pelo jogo de perna do ex-campeão, que manteve o controle da luta. Sem se preocupar em dominar o centro do octógono, Whittaker jogou ataques de encontro e combinou chutes na saída dos movimentos, diante de um visivelmente cansado Gastelum. Whittaker 40 x 36 Gastelum.

O quinto assalto foi basicamente um replay da dinâmica vista até então. Ciente da vantagem conquistada, o australiano derrubou nos minutos finais e administrou o resultado, terminando a luta nas costas de Kelvin Gastelum. Whittaker 50 x 47 Gastelum.

Confira os resultados do UFC Vegas 24:

Robert Whittaker venceu Kelvin Gastelum por decisão unânime;
Andrei Arlovski venceu Chase Sherman por decisão unânime;
Jacob Malkoun venceu Abdul Razak Alhassan por decisão unânime;
Tracy Cortez venceu Justine Kish por decisão dividida;
Luis Peña venceu Alexander Munoz por decisão dividida;
Alexander Romanov venceu Juan Espino por decisão técnica dividida;
Jessica Penne venceu Lupita Godinez por decisão dividida;
Gerald Meerschaert finalizou Bartosz Fabi?ski no 1º round.
Austin Hubbard venceu Dakota Bush por decisão unânime;
Tony Gravely nocauteou Anthony Birchak no 2º round.

MMA