PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Em revanche, Lyoto é dominado por Bader numa noite de derrotas brasileiras

Lyoto Machida - Alex Trautwig/Getty Images
Lyoto Machida Imagem: Alex Trautwig/Getty Images

Ag. Fight

10/04/2021 01h20

Ex-campeão do UFC, Lyoto Machida participou da primeira rodada do GP dos meio-pesados (93 kg) do Bellator nesta sexta-feira (9), quando foi dominado fisicamente por Ryan Bader. Apesar da superioridade apresentada no assalto inicial, o carateca teve seu jogo mapeado e anulado pelo oponente, que avançou para a semifinal com a vitória por decisão unânime dos jurados.

Visivelmente mais forte e pesado, Bader sofreu com a velocidade do adversário no primeiro round. Elusivo, Machida acertou alguns chutes que marcaram a perna e as costelas do americano, que pareceu perdido no cage. Mas não por muito tempo.

Na etapa seguinte, o atual campeão dos pesos-pesados da organização comprovou o status de favorito ao derrubar seguidamente e castigar Lyoto no ground and pound por quatro assaltos, com direito a um 10x8 anotado no terceiro round.

Com o resultado, Lyoto deu adeus à chance de conquistar o prêmio de um milhão de dólares (cerca de R$ 5,6 milhões) reservado ao campeão do torneio. Perto de completar 43 anos, o atleta anotou sua terceira derrota seguida na carreira, em cartel que conta com 26 triunfos e 11 revezes como profissional.

Por sua vez, Bader se vingou da derrota sofrida para o brasileiro nove anos atrás, ainda no UFC. O americano agora fica à espera da definição do seu próximo oponente, que sairá do confronto entre Corey Anderson e Dovletdzhan Yagshimuradov, programado para o dia 16 de abril.

Noite para ser esquecida

Além de Lyoto, Vanessa Porto e Goiti Yamauchi também anotaram derrotas para o esquadrão brasileiro na noite desta sexta. Em sua estreia na organização, a ex-campeã do Invicta FC foi superada sem grandes dificuldades pela americana Liz Carmouche, que abusou da experiência para não ser golpeada ao mesmo tempo em que dominava as ações no combate.

Já Yamauchi foi superado por Dan Moret em confronto marcado pelo equilíbrio. Tanto que após três assaltos, os árbitros apontaram o americano vencedor por decisão dividida, para a surpresa do brasileiro, que parecia certo de que havia dominado o confronto.

Por fim, destaque para Talita 'Treta' Nogueira, que não lutava desde outubro de 2019. Sem vencer uma disputa desde 2017, a brasileira reverteu a pressão pelo resultado em motivação e superou Jessica Borga por pontos, naquele que foi o único confronto favorável para o país no evento.

MMA