PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Thiago 'Marreta' é superado por pontos em luta decepcionante no UFC 259

 Aleksandar Rakic (esq) em luta contra Thiago Marreta (dir) durante o UFC 259 - Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images
Aleksandar Rakic (esq) em luta contra Thiago Marreta (dir) durante o UFC 259 Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

07/03/2021 00h51

Escalado para a luta de abertura do card principal do UFC 259, Thiago 'Marreta' encarou Aleksandar Rakic com a missão de encerrar o jejum de dois anos sem vitórias no octógono. No entanto, uma luta parelha e morna surpreendeu os que esperavam um confronto agressivo e dinâmico entre os especialistas na luta em pé e resultado com nova derrota para o representante da 'American Top Team'.

Melhor para o atleta austríaco, que mostrou ligeira vantagem em momentos decisivos e convenceu os jurados a lhe apontarem como vencedor. O duelo, no entanto, decepcionou, e cada um dos rounds foi decidido mais pelo domínio territorial e das ações do que pela contundência.

Esta foi a nona derrota do brasileiro, que acumula 21 triunfos em sua carreira no MMA. Por sua vez, Rakic, atual número quatro do ranking, deve garantir importantes posições na tabela ao anotar sua sexta vitória em sete disputas no evento.

A luta

Com o treinador de muay thai Anderson Franca no seu corner, Marreta mostrou mais desenvoltura no assalto inicial, quando passou boa parte com base de canhoto, o que pareceu confundir seu adversário. Com golpes potentes e em poucas combinações, o brasileiro obrigou o rival a andar para trás algumas vezes, mas se expôs para contra-ataques. Cinco minutos tensos e equilibrados de ligeira vantagem territorial para o austríaco. Marreta 9 x 10 Rakic.

O segundo round foi ainda mais parado, e contou com os dois competidores mostrando cautela na hora de lançarem seus ataques. Desta vez com base de destro, Marreta não encontrou sucesso na tentativa de chutes nas pernas, o que abriu espaço para que o oponente dominasse o centro do cage. Vantagem mínima. Marreta 18 x 20 Rakic.

Cientes do equilíbrio e demonstrando excesso de respeito um com o outro, os meio-pesados se limitaram a buscar a vitória na etapa. Golpes na longa distância, clinches e trocas de esgrimas junto à grade e tentativas de quedas marcaram um assalto muito aquém do esperado. Marreta 28 x 29 Rakic.

Jejum de vitórias chega ao fim

Sem lutar desde maio de 2020 e com duas derrotas seguidas pela primeira vez na carreira, o ex-campeão dos galos (61 kg) Dominick Cruz voltou a sorrir. Diante do mais jovem e promissor Casey Kenney, o veterano de quase 36 anos voltou a sobrar no octógono.

Com seu jogo de pernas único e estilo de luta difícil de ler, Cruz, que nas horas vagas atua como comentarista do UFC, alternou combinações de socos com sequências que terminavam com chutes, Em momento decisivos, o ex-campeão usou de sua experiência para tentar quedas e, assim, confundir o adversário, que respondeu à altura com ataques potentes.

Ao final dos três assaltos, porém, o veterano levou a melhor por decisão dividida dos jurados, em confronto que marcou seu retorno ao octógono e confirmou que a posição de número 11 no ranking não era por acaso - mesmo com quase cinco anos de jejum de vitórias.

Fim da linha?

Depois de disputar o cinturão do UFC em quatro oportunidades, Joseph Benavidez anunciou em julho do ano passado que faria apenas mais uma aparição no octógono mais famoso do mundo. Na ocasião, após ser finalizado por Deiveson Figueiredo, o atleta de 36 anos afirmou que sua única ambição era encerrar a carreira de cabeça erguida. Neste sábado, o americano, no entanto, não cravou o fim de sua caminhada no MMA.

No card preliminar do UFC 259, Benavidez foi superado por decisão unânime dos jurados após ser superado consistentemente em todos os momentos dos três assaltos disputados contra o russo Askar Askarov. Desta forma, o número dois do ranking dos pesos-moscas (57 kg) passa a acumular três derrotas seguidas no evento. Resta saber se esta foi, de fato, a última luta do veterano.

Acompanhe os resultados do UFC 259:

Aleksandar Rakic venceu Thiago 'Marreta' por decisão unânime;
Dominick Cruz vs.venceu Casey Kenney por decisão dividida;
Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime;
Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime;
Kai Kara-France nocauteou Rogério Bontorin no 1º round;
Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime;
Kennedy Nzechukwu nocauteou Carlos Ulberg no 2º round;
Sean Brady finalizou Jake Matthews no 3º round;
Amanda Lemos nocauteou 'Livinha' Souza no 1º round;
Uros Medic nocauteou Aalon Cruz no 1º round;
Trevin Jones nocauteou Mario Bautista no 2º round.

MMA