PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Carlos Boi tem Raphael Bebezão como alvo no UFC: "Quero bater muito nele"

Raphael "Bebezão" (esq) é alvo de Carlos "Boi" para luta futura no UFC   - Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images
Raphael "Bebezão" (esq) é alvo de Carlos "Boi" para luta futura no UFC Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

04/08/2020 08h00

Apesar de não ter feito a estreia no UFC da forma como esperava, quando foi derrotado por Sergey Spivak, Carlos 'Boi' já tem data para retornar ao octógono. O brasileiro encara Yorgan De Castro no dia 3 de outubro, em evento ainda sem local confirmado. No entanto, o brasileiro não tira da mente o nome de outro rival que gostaria de encarar na maior organização de MMA do mundo. Trata-se do compatriota Raphael 'Bebezão'.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight, o peso-pesado afirmou que tem pendências com o companheiro de categoria e pretende resolvê-las após passar pelo seu próximo adversário. Carlos 'Boi' tem usado as suas redes sociais para provocar 'Bebezão' que, por ora, ignora todos os desafios.

"Apesar de ter fechado minha luta contra o Yorgan de Castro, dia 3 de outubro, meu pensamento não mudou. Eu quero bater muito no 'Bebezão'. Nem quando eu for campeão ele vai ter uma desvantagem comigo, porque eu vou fazer questão de enfrentá-lo, mesmo que esteja na última posição. Minha vontade de bater nele não passa nunca", disse 'Boi', antes de explicar o motivo do início da desavença com o carioca.

"O Renato Dominguez é um amigo nosso, que fez a carreira dele ('Bebezão'). Ele tem um evento próprio para ajudar todo mundo. É um cara que estava com ele nos piores momentos desde o início e na hora que assina com o UFC ele sai e vai para a Evolução Thai - acho que ele saiu de lá também. Levei isso para o meu coração. Achei 'trairagem' e é uma das coisas que eu mais odeio", completou o baiano natural de Feira de Santana.

Antes de estrear no UFC, Carlos 'Boi' ficou dois anos sem atuar enquanto cumpria suspensão por ter testado positivo em um exame antidoping. Mas, no que depender do lutador, ele vai compensar o tempo perdido, além de prometer ser um funcionário exemplar da franquia, se colocando à disposição para entrar em eventos de última hora.

"Faço muita questão de lutar. Sou fominha de luta, de treino. Já voltei a treinar quatro dias depois da minha luta. Já deixei claro que vou ser o tipo de cara que a luta caiu no sábado, é só mandar a passagem que estou pronto. Vou ser funcionário que vai dar show, que luta o tempo todo, tipo Donald Cerrone", explicou o lutador.

No MMA profissional desde 2014, Carlos 'Boi' possui oito vitórias e apenas uma derrota na carreira. O resultado negativo do brasileiro veio justamente em sua última atuação, ao ser derrotado por Sergey Spivak, por decisão majoritária dos jurados, em show realizado na 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi (EAU), no dia 18 de julho.

MMA