PUBLICIDADE
Topo

MMA


Empresário de rivais ironiza McGregor: "Prostituta atrás de atenção"

Conor McGregor anunciou aposentadoria há uma semana - Steve Marcus/Getty Images
Conor McGregor anunciou aposentadoria há uma semana Imagem: Steve Marcus/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

15/06/2020 07h00

Desafeto de longa data de Conor McGregor, Ali Abdelaziz está com a faca e o queijo na mão para controlar o futuro do astro do MMA. Responsável por cuidar das carreiras dos quatro lutadores envolvidos nas próximas disputas de título nos pesos-leves (70 kg) e nos meio-médios (77 kg) - Khabib Nurmagomedov e Justin Gaethje, e Kamaru Usman e Gilbert 'Durinho', respectivamente -, o empresário manterá o controle das duas divisões alvo do irlandês pelo futuro próximo, independentemente do resultado das pelejas entre seus clientes.

Talvez até antecipando este cenário, Conor anunciou recentemente sua aposentadoria do esporte, pela terceira vez nos últimos quatro anos. Questionado pelo site 'TMZ Sports' sobre o assunto, Abdelaziz ironizou o afastamento do ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve do Ultimate, e indicou que a decisão do desafeto seria uma tentativa de forçar o UFC a aceitar suas vontades. O empresário ainda criticou o momento escolhido pelo irlandês para o anúncio, logo após a finalização do UFC 250, fato que eclipsou o feito histórico de Amanda Nunes, que se tornou no evento a primeira atleta a completar a defesa bem sucedida de dois cinturões de categorias diferentes, tendo a posse de ambos simultaneamente.

"Mesma prostituta velha atrás de atenção. Ele roubou a pobre Amanda Nunes de seu momento. Pare com isso. Agora eu vou deixá-lo lutar quando eu quiser que ele lute, se ele quiser lutar por títulos. Eu vou mandar a localização para ele. Ele pode lutar até 77 kg ou ele pode lutar até 70 kg. Neste momento, nós temos os dois (cinturões). Agora nós vamos fazer bons negócios, mas existem muitos bons negócios a serem feitos sem Conor. O UFC não para sem Conor, nós não paramos sem Conor. Neste momento, ele está de castigo por seu mau comportamento. Agora ele precisa ficar sentado", debochou Ali Abdelaziz.

O empresário ainda ressaltou que para receber uma chance pelo título, McGregor deveria se manter ativo e voltar a subir no octógono, fato que tem acontecido cada vez com menos frequência nos últimos anos. Ali Abdelaziz sugeriu que o desafeto enfrentasse Tony Ferguson para definir o próximo da fila na corrida por um 'title shot' na divisão dos leves do Ultimate. Ou um combate contra Jorge Masvidal, com o mesmo objetivo, só que válido pelos meio-médios.

MMA