PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Belfort revela que pandemia parou negociações para retorno ao MMA

Vitor Belfort ao lado do pai - Reprodução/instagram/vitorbelfort
Vitor Belfort ao lado do pai Imagem: Reprodução/instagram/vitorbelfort

Ag. Fight

20/04/2020 11h19

Afastado do MMA desde maio de 2018, quando foi nocauteado por Lyoto Machida no UFC 224, Vitor Belfort esteve próximo de agendar seu retorno aos cages. Em entrevista ao site 'MMA Junkie', o brasileiro revelou que as negociações para sua estreia no ONE Championship estavam em curso quando a pandemia do novo coronavírus atingiu o mundo e afetou diretamente grande parte dos eventos esportivos e seus cronogramas, colocando seus planos em compasso de espera.

Após uma breve aposentadoria depois do final de sua passagem pelo UFC, Belfort assinou com o ONE Championship em março de 2019. Animado para o que pode ser sua última batalha, como o próprio admite, o ex-campeão meio-pesado (93 kg) do Ultimate explicou que o longo período afastado foi crucial para retomar o desejo de competir.

"Meu agente estava conversando com Chatri (Sityodtong) para finalizar uma luta, mas depois veio tudo isso (pandemia). É louco. Tudo está em compasso de espera, mas eu definitivamente estou ansioso para voltar à ativa e trazer algo novo, me reinventar novamente. Eu acho que vai ser a última vez e, com certeza, eu estou animado para voltar para a ação", revelou Vitor, antes de completar.

"Eu não quero que seja como minhas últimas quatro lutas. Estava lutando com lesões. Não estava feliz. A situação não era o que eu queria à época, e eu acho que agora eu meio que aprecio. Eu estava esperando pelo momento, essa coisa acender novamente. Todo mundo tem seu tempo. As pessoas ficam ocupadas, complacentes, e comigo era mais que eu não queria lutar por necessidade. Eu quero lutar por vontade, e agora estou no lugar certo, em um lugar de felicidade", contou.

E o retorno do 'Fenômeno' pode não ser exatamente no mesmo esporte pelo qual compete desde 1996. Como já havia anunciado anteriormente, Vitor reafirmou seu desejo de se aventurar em algo novo, obviamente dentro do universo do MMA, mas talvez com algumas alterações de regras.

"Estou interessado em fazer algo fora da caixa. Todo mundo está fazendo algo e as pessoas ficam esgotadas das lutas. As pessoas não sabem o que assistir, onde pagar, no que prestar atenção, mas realmente o que atrai as pessoas são as personalidades. Eu estou realmente interessado em trazer algo que faça as pessoas falarem: 'Oh, meu Deus. De onde isso veio?'. Então, é aí onde eu e o ONE estamos vindo juntos, tentando fazer algo que realmente chame a atenção e traga um produto único para o mercado", concluiu o brasileiro.

Aos 43 anos, Vitor Belfort dedicou mais de duas décadas de sua vida ao MMA, onde soma até o momento 26 vitórias, 14 derrotas e um 'no contest' (luta sem resultado). O brasileiro foi campeão dos meio-pesados do UFC, além de ter conquistado o cinturão do torneio dos pesados na edição 12, aos 19 anos de idade.

MMA