PUBLICIDADE
Topo

MMA


McGregor revela motivo para continuar no UFC mesmo milionário

Getty Images
Imagem: Getty Images

Ag. Fight

18/03/2020 17h44

Derrota na disputa para retomar o cinturão do UFC. Pausa por 15 meses. Duas acusações por assédio sexual. Em 2019, o ex-campeão McGregor ficou afastado dos octógonos e teve seu ano marcado por polêmicas envolvendo violência e abuso de mulheres. Todos esses fatos poderiam se encaminhar para o fim da carreira do lutador, que já conquistou os títulos peso-leve (70 kg) e peso-pena (66 kg) do Ultimate. No entanto, após o seu retorno vitorioso à organização, em janeiro de 2020, quando nocauteou Donald Cerrone em apenas 40 segundos de luta, o irlandês parece disposto a voltar a lutar em breve e revela a razão para o próximo confronto.

O atleta expôs sua vontade e sua motivação para pisar novamente nos octógonos em entrevista ao site 'Bleacher Report', publicada nessa terça-feira (17). McGregor, que acumula dez vitórias no UFC, enfrentou oponentes icônicos, como na luta histórica de boxe contra o ex-pugilista invicto Floyd Mayweather, em 2017. Pensando nisso, um dos nomes levantados para o próximo confronto foi o de Justin Gaethje.

"O dinheiro não é o porquê de eu fazer isso. Sou um homem bem rico. Meus filhos e os que virão depois deles estarão bem. Eu amo o jogo da luta", explicou o atleta. "Meu amor profundo é o porquê de eu fazer isso hoje. Estarei no octógono de novo em breve e realmente esperarei boxear novamente. Vocês precisam estar ligados, mas confiem em mim: os fãs vão gostar. Dar para eles o que eles querem e entretê-los é importante para mim".

"Os fãs merecem ver e ouvir o verdadeiro eu", declarou na entrevista. "Sou muito apaixonado e ansioso para agradar os fãs e vencer por eles e pela minha família. Estou disposto a lutar contra qualquer um e provei isso várias vezes. Procuro uma boa luta e, se não for boa, não tenho interesse".

Em outubro de 2018, na sua penúltima luta, McGregor enfrentou o atual campeão dos leves Khabib Nurmagomedov e tentou retomar seu antigo posto. Porém, o irlandês foi finalizado por volta dos três minutos do terceiro round. Essa foi a última disputa de cinturão do lutador, que já teve tanto esse título quanto o dos penas.

"Vou admitir que na luta antes do UFC 246 (o UFC 229, de Khabib), eu não tinha treinado adequadamente e não estava em perfeitas condições. Chame do que você quiser. Estou faminto hoje. Faminto como um homem que não come há semanas. Quando coloco algo na cabeça, não tem nada que eu não possa realizar. É esse poder da crença que faz os vencedores".

Já fora dos octógonos, McGregor foi acusado duas vezes de ter cometido assédio sexual em 2019. Enquanto isso, o lutador nega ambas acusações. No mesmo ano, ele também foi acusado de agressão em um pub em Dublin, capital da Irlanda.

MMA