PUBLICIDADE
Topo

MMA


'Massaranduba' e Amanda Ribas dominam rivais e vencem no UFC Brasília

14/03/2020 - Francisco Trinaldo, o Massaranduba, chuta o canadense John Makdessi em luta do UFC - Buda Mendes/Zuffa
14/03/2020 - Francisco Trinaldo, o Massaranduba, chuta o canadense John Makdessi em luta do UFC Imagem: Buda Mendes/Zuffa

Carlos Antunes, em Brasília (DF)

Ag. Fight

14/03/2020 19h49

Se a primeira parte das lutas do UFC Brasília não foi boa para os brasileiros, a segunda mudou esse cenário. Francisco 'Massaranduba' e Amanda Ribas tiveram grandes atuações e venceram seus compromissos. Eles se juntaram a Elizeu 'Capoeira', que também saiu com o resultado positivo. Todos esses triunfos foram por decisão unânime. Único atleta do Brasil que foi derrotado foi Jussier 'Formiga'.

'Massaranduba' é soberano e vence a segunda seguida

O primeiro round do combate foi todo de 'Massaranduba'. Com bom volume de golpes, o brasileiro foi soberano, principalmente explorando os chutes no corpo de Makdessi. O ex-TUF Brasil não foi ameaçado em momento algum na parcial. Na segunda parcial, 'Massara' continuava no seu ritmo, com belas combinações de socos e chutes. Dessa maneira, anulava o jogo do rival, que seguia esperando uma brecha para o contra-ataque, mas sem sucesso.

Focado e sem se expor, 'Massaranduba' não mudou seu jeito de lutar, mesmo em vantagem no confronto na terceira parcial. O peso-leve (70 kg) seguia atacando sem parar Makdessi, que teve um corte no nariz, mas seguia aguentando os duros golpes do brasileiro. Superior em todo o combate, 'Massara' foi anunciado vencedor por decisão unânime.

Agora Francisco 'Massaranduba' consegue a segunda vitória seguida. Em novembro de 2019, ele venceu Bobby Green, no UFC São Paulo. Já John Makdessi tem interrompida a sequência de três triunfos.

Amanda brilha e segue invicta no Ultimate

Amanda Ribas não quis dar brecha alguma para Randa Markos. Logo no início da luta, a brasileira usava bem a combinação de golpes para conseguir uma queda. Dessa maneira, a canadense quase não impôs algum perigo. A mineira terminou a parcial por cima e desferindo cotoveladas. No segundo round, a atleta natural de Varginha (MG) seguiu bem sua tática de anular a rival utilizando sua luta agarrada.

A brasileira seguia seu domínio amplo no combate. Amanda machucava demais Randa na parte em pé e abriu um ferimento no rosto da oponentte. Quando o duelo foi para o solo, por escolha da canadense, a mineira logo inverteu a posição, ficou por cima e por pouco não finalizou. Os árbitros não tiveram dúvidas em apontar a vitória de Ribas por decisão unânime dos jurados.

Com esse resultado, Amanda Ribas consegue sua terceira vitória em três combates pelo Ultimate. A mineira agora tem nove triunfos na carreira. Já Randa Markos, que vinha de resultado positivo sobre Ashley Yoder, volta a ser superada.

'Capoeira' se recupera e volta a vencer no UFC

Elizeu 'Capoeira' começou o confronto mais preciso nos golpes e não deixou Kunchenko se soltar na luta. Mais preciso nos golpes e conseguindo, inclusive, uma boa queda, o brasileiro levou a vantagem na primeira parcial. No segundo assalto, o russo buscou crescer na disputa e dominava o centro do octógono. Porém, o brasileiro, ciente que estava em vantagem, soube manter a distância, fugir dos ataques do rival e usar o contra-ataque.

O cenário do último assalto foi Kunchenko caçando Elizeu no octógono e o brasileiro disposto a não se expor, bem nos contra-ataques. Na reta final do combate, 'Capoeira conseguiu uma boa queda, mas não manteve a posição. A disputa foi bem parelha e acabou nas mãos dos jurados. E eles deram a vitória para o brasileiro, por decisão unânime dos jurados.

Com esse triunfo, Elizeu 'Capoeira' volta a vencer na organização. Em dezembro de 2019, o brasileiro foi derrotado por Jingliang Li. Já Alexei Kunchenko é derrotado novamente por um lutador do Brasil. Em agosto do ano passado perdeu para Gilbert 'Durinho'.

'Formiga' é superado por pontos

Sem perder tempo, Jussier 'Formiga' não demorou muito para levar a luta para baixo e usar o jiu-jitsu, que é sua especialidade. Logo no início, o brasileiro tentou uma guilhotina, mas escapou. Na sequência, quase encaixou uma kimura e viu Moreno novamente resistir. A segunda parcial foi bem explosiva, com os dois lutadores tentando se impor e o mexicano batendo forte. Brandon não fugiu do jogo de solo do rival, mas foi o atleta da American Top Team que terminou pressionando na grade e desferindo joelhadas.

Se o brasileiro parecia estar em vantagem, o terceiro round mudou todo o cenário. Moreno começou a anular todas as tentativas de quedas e conectava potentes golpes em 'Formiga', que não conseguia ameaçar o adversário. Somente no minuto final, o lutador do Brasil enfim derrubou Brandon, mas não teve tempo para conseguir alguma posição. Após três rounds, os árbitros deram o triunfo para Moreno.

Agora Moreno está há quatro lutas sem perder. Na sua última apresentação derrotou Kai Kara-France. Já 'Formiga' acumula seu segundo revés seguido, já que vinha de derrota para Joseph Benavidez.

Confira os resultados até o momento:

  • Peso-leve: Francisco 'Massaranduba' venceu John Makdessi por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-mosca: Brandon Moreno venceu Jussier 'Formiga' por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-palha: Amanda Ribas venceu Randa Markos por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-meio-médio: Elizeu 'Capoeira' venceu Alexei Kunchenko por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-galo: Rani Yahya e Enrique Barzola empatam por decisão majoritária;
  • Peso-mosca: Maryna Moroz venceu Mayra 'Sheetara' por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-mosca: David Dvorak venceu Bruno 'Bulldoguinho' por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-galo: Bea Malecki venceu Veronica Macedo por decisão unânime dos jurados.

MMA