Topo

MMA


Adesanya provoca Borrachinha e diz que o "envergonharia" em possível luta

Logan Riely/Getty Images/AFP
Imagem: Logan Riely/Getty Images/AFP

Ag. Fight

18/11/2019 13h32

Israel Adesanya e Paulo 'Borrachinha' já nutrem uma rivalidade de longa data e estavam perto de resolverem suas questões dentro do octógono, com o nigeriano campeão do peso-médio (84 kg) e o brasileiro como desafiante número um. Entretanto, o atleta tupiniquim passou por uma cirurgia no bíceps que deve adiar este confronto. Ciente desta situação, o detentor do título não deixou de provocar seu desafeto.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', o nigeriano cutucou o brasileiro ao dar a entender que ele 'fugiu' de um duelo contra ele, por não ter se programado para sua operação. Dessa maneira, ele indicou que o rival da categoria possa perder sua chance de conseguir uma chance pelo título e afirmou que o teria 'humilhado' no octógono.

"Acredito que ele ('Borrachinha') não estava pronto para lutar. Se ele estivesse disposto mesmo a me encarar, faria tudo certo para ficar em forma para a luta. Eu nunca desisto. Mas, para ele, isso pode impedir que tenha uma oportunidade de lutar pelo cinturão, infelizmente", disse, complementando.

"Eu queria enfrentar logo o 'Borrachinha', porque quero ter a oportunidade de bater nele antes que a USADA o pegue. Estava ansioso para essa luta, porque sei que seria muito vendida, com bons números. Ele tentaria falar mal de mim com seu péssimo inglês, e eu o envergonharia, tanto nos microfones, quanto no octógono".

Com 'Borrachinha' praticamente descartado para a sua primeira defesa de cinturão, Adesanya citou outro nome da categoria que o tem chamado a atenção: Jared Cannonier. O campeão exaltou as qualidades do americano e se mostrou ansioso para um possível confronto entre os dois.

"Ele (Cannonier) é um monstro. Ele é um azarão nos médios, porque todos na divisão sonham, mas se vacilarem ele te coloca para dormir. Acho ele o lutador mais perigoso da categoria, somente atrás de mim. Acho que seria um confronto que se venderia sozinho, somente pela qualidade dos atletas", finalizou.

Invicto na carreira após 18 combates, Israel Adesanya unificou os cinturões do peso-médio do Ultimate em outubro deste ano, quando nocauteou Robert Whittaker. No UFC, o lutador tem sete vitórias.

MMA