Topo

MMA


José Aldo deixa rivalidade de lado e lamenta casos polêmicos de McGregor

Gregory Payan/AP
Imagem: Gregory Payan/AP

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

24/10/2019 09h00

Na última semana, Conor McGregor teve seu nome novamente envolvido em um episódio de abuso sexual na Irlanda. Esse foi o segundo caso deste tipo que o irlandês foi acusado em menos de um ano. Um dos principais adversários do ex-campeão do peso-pena (66 kg) e dos leves (70 kg) do UFC, José Aldo deixou a animosidade de lado ao falar de 'The Notorious' e lamentou que ele esteja sempre envolvido com polêmicas fora do octógono.

Em evento no Rio de Janeiro, na última segunda-feira (21), o 'Campeão do Povo' acredita que seu antigo rival não seja uma má pessoa e que só incorporou um personagem dentro do Ultimate. O brasileiro reforçou que já deixou no passado as desavenças que ambos tiveram em 2015, quando o irlandês acabou vencendo o duelo entre eles e conquistou o cinturão dos penas da organização, com um nocaute de 13 segundos.

"É triste. Não tenho mágoa por ele, tenho nada. Ele foi um cara bem inteligente de provocar e conseguiu tudo que queria dentro do Ultimate. Mas não vejo maldade no coração dele. Ele é um personagem e faz para se dar bem. É difícil. Quando você vira um atleta renomado, famoso, pode surgir qualquer coisa se você não tomar um certo cuidado. Ele é muito solto, por isso está sofrendo essas acusações todas.", afirmou o brasileiro em conversa com a imprensa com a presença da reportagem da Ag.Fight.

Mas quando um lutador atinge a um patamar alto, ele vem acompanhado da fama e do sucesso. Segundo José Aldo, estes fatores podem ter atrapalhado o andamento da carreira de McGregor e, dessa maneira, sempre ter seu nome relacionado a problemas. O irlandês não luta desde outubro de 2018, quando perdeu para Khabib Nurmagomedov.

"Dinheiro e fama desestabilizam bastante. Se você não tem uma estrutura familiar, alguém por trás de você, pode ter certeza que desestabiliza. Vejo até atletas da academia, que chegam de um jeito aí vão para um evento parece que mudou, virou outra pessoa. Quando não tem estrutura familiar sai do caminho correto", completou.

Sem lutar desde maio deste ano, José Aldo vai fazer sua estreia na categoria peso-galo (61 kg) contra Marlon Moraes, no UFC 245, dia 14 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

MMA