PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Andreoli repudia homofobia de Mauricio Souza: 'Foi covarde, e é crime'

Felipe Andreoli fez questão de ressaltar que homofobia é crime - Reprodução / TV Globo
Felipe Andreoli fez questão de ressaltar que homofobia é crime Imagem: Reprodução / TV Globo

Do UOL, em São Paulo

28/10/2021 15h19

Felipe Andreoli repudiou as atitudes homofóbicas de Mauricio Souza, ex-jogador do Minas. De volta ao 'Globo Esporte', o jornalista comentou o caso e disse que o jogador de vôlei foi covarde ao desculpar-se, na ocasião, para apenas 50 seguidores e ainda não se mostrar arrependido.

"Mauricio, homofobia é crime, não é opinião não. Mata. Você fez essa ofensa nas redes sociais que tem mais de 300 mil seguidores, depois foi pedir desculpas em outra que tinha 50? Foi uma atitude covarde", declarou o apresentador.

Andreoli ainda pontuou que o motivo da demissão de Mauricio não foi ideológico. "Você não foi demitido do Minas porque é conservador, de direita ou religioso. Nem por causa da lacração da internet. Você foi demitido porque foi homofóbico, e pelo jeito, não se arrependeu. Homofobia é crime e não se respeita", finalizou.

Mauricio foi oficialmente desligado do Minas Tênis Clube na tarde de ontem (28) após postagens de teor homofóbico. Mesmo após a demissão, o jogador reafirmou a posição e ironizou o caso nas redes sociais, afirmando que a culpa pela demissão seria da "turma da lacração".

UOL Esporte vê TV