PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Cicinho diz que Alexandre Kalil apontou dedo na cara em alerta sobre balada

Cicinho diz que tomou bronca de Alexandre Kalil em passagem pelo Atlético-MG - Reprodução/SBT
Cicinho diz que tomou bronca de Alexandre Kalil em passagem pelo Atlético-MG Imagem: Reprodução/SBT

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/06/2021 00h36

Comentarista do SBT, Cicinho contou que levou uma bronca de Alexandre Kalil em sua passagem pelo Atlético-MG. Com "problemas com baladas", o ex-jogador foi alertado pelo dirigente com direito a "dedo na cara".

A história veio à tona durante debate sobre a denúncia do zagueiro Luiz Gustavo, do Cuiabá, contra o vice-presidente Cristiano Dresch. Questionado pelo apresentador Benjamin Back se havia passado por algo semelhante, Cicinho compartilhou o episódio com Kalil.

"Eu passei por isso no Atlético-MG, com o Alexandre Kalil. Só que não foi ligação, foi apontando o dedo na minha cara no Centro de Treinamento, mas não de uma maneira pejorativa, mas sim para me alertar", contou Cicinho no "Arena SBT".

"Eu realmente tinha problema com baladas, e ele colocou o dedo na minha cara, falou que eu era um jogadorzinho, que eu não tinha ganho nada, que estava acompanhando pessoas que não era acompanhar. Isso me ajudou muito na minha carreira. Me chamou na sala e conversou. Eu tava errado", completou.

UOL Esporte vê TV