PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Casagrande critica 'governo da morte' por crise em Manaus: 'Sem empatia'

Casagrande critica governo Bolsonaro crise de covid-19 em Manaus - Reprodução/Instagram
Casagrande critica governo Bolsonaro crise de covid-19 em Manaus Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/01/2021 12h11

O comentarista Walter Casagrande criticou o governo Bolsonaro pela crise em Manaus (AM). Por conta do aumento no número de casos de covid-19, faltam cilindros de oxigênio em hospitais para atender pacientes internados.

Em suas redes sociais, o ex-jogador reclamou da falta de empatia do "governo da morte" e parabenizou a população por "fazer a função" do Estado.

"As pessoas estão angustiadas em ver Manaus morrer asfixiada! Está faltando oxigênio, mas, na verdade, o Brasil está sem respirar há dois anos. Onde estão o presidente e seus ministros? Um governo que não tem empatia; um governo da morte, e não da vida", escreveu Casão nos Stories do Instagram

"Ainda bem que o Brasil é um país de um povo solidário. Muitos cidadãos estão fazendo a função do governo: ajudando as pessoas que estão passando por todas essas dificuldades", completou o comentarista.

UOL Esporte vê TV