PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Gian Oddi critica Tite por não fazer testes: 'Importante saber como mexer'

Gian Oddi, comentarista dos canais ESPN - Reprodução/ESPN
Gian Oddi, comentarista dos canais ESPN Imagem: Reprodução/ESPN

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/11/2020 12h17

Comentarista dos canais ESPN, Gian Oddi lamentou que Tite faça poucos testes na seleção brasileira durante as Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo. O jornalista argumentou que o treinador só tem estes jogos para promover experiências na equipe, mas opta por repetir as escalações e fazer poucas mudanças durante a partida.

Ontem, na vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai, Tite promoveu três substituições, sendo duas delas após os 45 minutos do segundo tempo: Everton Cebolinha substituiu Richarlison, aos 25 minutos do segundo tempo; Lucas Paquetá e Bruno Guimarães entraram na vaga de Éverton Ribeiro e Douglas Luiz, respectivamente, nos acréscimos da etapa complementar.

"O que me incomoda do Tite é como ele usa pouco o tempo dos jogos, que é o que ele tem à disposição, para fazer mudanças, testes, experiências. Ele repete as escalações, em geral. Praticamente fez uma substituição contra o Uruguai. É uma pena que ele não faça experiências", opinou Gian Oddi durante o Linha de Passe, na ESPN Brasil, ontem.

O comentarista defendeu que os testes nas Eliminatórias são importantes para que Tite saiba como mudar o time rapidamente em situações de desvantagem.

"Ele podia usar mais os jogos para fazer testes porque ele mesmo disse depois da Copa do Mundo que ele demorou a mexer, que ele podia ter mexido antes, que na Copa é importante mexer rapidamente. E, para isso, é importante saber como mexer. E só vai saber isso se testar antes", completou Gian Oddi.

Com a vitória fora de casa sobre o Uruguai, o Brasil manteve os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias e segue na liderança da competição, agora com 12 pontos. A Argentina é a vice-líder, com 10.

A seleção brasileira volta a jogar apenas na última semana de março de 2021, quando visita a Colômbia. Na mesma semana, o Brasil recebe a Argentina, pela sexta rodada.

UOL Esporte vê TV