PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Caio Ribeiro diz que Robinho merece 'benefício da dúvida' e critica Santos

Robinho é anunciado pelo Santos - Divulgação/Santos FC
Robinho é anunciado pelo Santos Imagem: Divulgação/Santos FC

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/10/2020 18h35

O comentarista Caio Ribeiro falou sobre a situação do atacante Robinho, recém-contratado pelo Santos e em meio a uma condenação de estupro em primeira instância na Itália. Durante participação no "Tá Na Área" de hoje, no SporTV, o ex-jogador disse que o ídolo santista "merece o benefício da dúvida" e que "quem tem que julgar é a Justiça".

Nesta sexta-feira, vieram à tona transcrições do julgamento na Itália em que o jogador afirma que "a mulher estava completamente bêbada" e admitiu ter praticado sexo oral com ela. Patrocinadores se posicionaram e cobraram o clube após a divulgação.

"Acho um assunto super delicado e fico muito chateado porque conheço o Robinho. Torço ainda pela absolvição dele. O Robinho que eu conheço, que tem três filhos e é casado, eu nunca imaginei que faria. Torço para que as informações cheguem e ele não tenha feito o que parece ser a notícia", disse Caio Ribeiro.

"A gente tem que tomar cuidado até ter todas as informações e até a Justiça que tem tudo isso decretar que ele é culpado ou inocente. Se ele for culpado, não é porque ele é um ídolo ou jogou muito... Tem que ser punido como qualquer pessoa porque estupro é uma coisa muito grave. Sou pai de uma menina e não imagino o que eu faria se alguém encostasse um dedo na minha filha. Mas acho que todo mundo merece o benefício da dúvida. A gente não tem todas as informações, então vamos esperar. Quem tem que julgar é a Justiça. Isso é a primeira coisa e a minha forma de analisar os fatos", acrescentou.

Em seguida, Caio Ribeiro criticou o Santos pelo "timing" da contratação.

"Acho que o Santos foi muito mal. Quando você está sendo julgado por um caso grave, de um suposto estupro e já foi condenado em primeira instância, existe a imagem do clube, dos patrocinadores e a mensagem que você quer passar para as mulheres. Não é bom para o Santos e não é bom para o próprio Robinho. Você traz à tona um assunto extremamente polêmico, então acho que o Santos foi mal nessa e acho que tudo caminha para uma ruptura, uma rescisão. De novo, quem tem que julgar é a Justiça, e temos que ficar atentos. Se ele for punido, tem que pagar como qualquer outro. É muito grave uma acusação de estupro, mas prefiro ainda aguardar e torço para que, com todas as informações, ele não tenha feito isso", finalizou.

UOL Esporte vê TV