PUBLICIDADE
Topo

Bruno Fratus comemora bronze nos 50m livre com beijo na esposa

Beatriz Cesarini

Do UOL, em Tóquio

31/07/2021 23h46

Bruno Fratus ficou com a medalha de bronze na final da natação nos 50m livre nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Após a conquista, o nadador foi comemorar com a esposa Michelle Lenhardt, que é sua treinadora desde que Brett Hawke, que era seu antigo técnico, não pôde mais acompanhá-lo em competições.

Encerrada a cerimônia de entrega da medalha, Fratus quebrou o protocolo e correu para beijar a ex-nadadora, que defendeu o Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008. As flores e o mascote da premiação ficaram com ela e o beijo do casal foi exibido na TV do Centro Olímpico de Natação.

"Foi a primeira prova que eu assisti sendo a esposa, eu não consegui ter um olhar técnico hoje, então eu fiz só coração a prova inteira. Hoje eu quis estar com o meu marido torcendo e deixei de lado todo o aspecto deles, eu não via a dor, foi só a emoção. Duas vidas olímpicas, na verdade, já que minha trajetória começou antes do Bruno, eu sou mais velha que ele, então, eu fui em para os Jogos de 2008", disse Michelle.

"Eu já tenho uma bagagem olímpica antecedente a dele, e nós agregamos muito um ao outro. Também fui velocista e nadava 50 e 100 metros livres, e isso é positivo porque agregou muita coisa um ao outro. Então, ele me ensinou o que ele precisava de uma prova e eu ensinei pra ele o outro lado: 'pera aí, a gente pode fazer alguma coisa diferente aqui e eu vou te mostrar por quê. Acho que a nossa parceria funcionou porque os dois fizeram a mesma coisa a vida inteira", acrescentou.

O trabalho "feito em casa" deu certo: a medalha , a 10ª do Brasil, foi a 4ª do país na prova dos 50m livre e a 16ª da natação em Olimpíadas. Antes de Fratus, Fernando Scherer, o Xuxa, em Atlanta-1996 (bronze) e Cesar Cielo, em Pequim-2008 (ouro) e Londres-2012 (bronze), também subiram ao pódio nesta prova.