PUBLICIDADE
Topo

Bronze de Fratus impede medalha de nadador antimáscara e antivacina nos 50m

Michael Andrew, nadador dos Estados Unidos, ficou em quarto na final dos 50m livre - Odd ANDERSEN / AFP
Michael Andrew, nadador dos Estados Unidos, ficou em quarto na final dos 50m livre Imagem: Odd ANDERSEN / AFP

Do UOL, em São Paulo

31/07/2021 23h43

A medalha de bronze do brasileiro Bruno Fratus nos 50m livre impediu que o estadunidense Michael Andrew subisse ao pódio da prova. O nadador dos Estados Unidos terminou em quarto, com 21s60, depois de causar polêmica nas Olimpíadas de Tóquio por não ter usado máscara em uma ocasião.

Na sexta-feira (30), Andrew passou pela zona mista do Centro Aquático de Tóquio sem usar máscara e foi flagrado pela jornalista americana Christine Brennan, que trabalha no USA Today. Ela o fotografou sem o equipamento de proteção mais eficaz contra a transmissão da covid-19. O competidor já tinha ficado famoso ao declarar que não tomaria vacina contra o coronavírus.

No dia seguinte, ele usou máscara após garantir vaga na final dos 50m livre. Nem Andrew nem a assessoria de imprensa da equipe de natação dos Estados Unidos quiseram falar sobre os episódios.

"Para mim, é muito difícil respirar depois de sacrificar meu corpo na água. Acho ótimo que haja procedimentos, mas no fim do dia todos nós aqui estivemos em quarentena e no mesmo protocolo de teste, então, há um nível de segurança confortável", justificou Andrew, ao periódico americano.

Após o episódio, o Comitê Olímpico e Paralímpico dos Estados Unidos informou que analisaria o comportamento do nadador.