PUBLICIDADE
Topo

Pepê Gonçalves é penúltimo e para na semifinal do K1 na canoagem slalom

Pepê Gonçalves para nas semifinais da canoagem slalom K1 nas Olimpíadas de Tóquio - Stoyan Nenov/Reuters
Pepê Gonçalves para nas semifinais da canoagem slalom K1 nas Olimpíadas de Tóquio Imagem: Stoyan Nenov/Reuters

Demétrio Vecchioli

Do UOL, em São Paulo

30/07/2021 02h42Atualizada em 30/07/2021 03h05

O brasileiro Pepê Gonçalves não avançou para a final do K1 da canoagem slalom. O brasileiro terminou foi eliminado nesta sexta-feira (30) ao terminar as semifinais na 19ª colocação.

Pepê foi o 11º atleta de um total de 20 a descer e concluiu o percurso com 104s33, com seis penalidades. Como apenas os dez primeiros avançam, o brasileiro nem precisou aguardar o fim da prova para lamentar a eliminação, já que foi pior que todos que competiram antes dele.

"Estava me sentindo muito bem, muito confiante, muito certo do que eu ia fazer, mas acho que Deus não quis que fosse o meu dia. Comecei a pista muito bem, fiz uma primeira pista excepcional. Na segunda, triscou a beiradinha do remo. Mesmo assim mantive a linha agressiva. Dei mais um toque, e mesmo assim continuei lutando, no meu foco, mas penalidades vão me tirar da final", avaliou Pepê, em entrevista ao SporTV.

O brasileiro encostou nas portas cinco, 16 e 24, somando seis segundos em seu tempo. Caso tivesse feito uma volta limpa, Pepê terminaria em quinto.

"Mas estou orgulhoso porque estou colocando a canoagem onde ninguém nunca imaginou. Eu sonhava com a medalha, ainda sonho. Pode ser certeza que daqui três anos vou entrar com a mesma vontade. Hoje eu me sinto orgulhoso, porque a gente está num esporte feito por europeus. Só a gente sabe o que temos que passar para viajar, comprar barco, ficar longe da família. E é um prazer imenso estar aqui. Eu deixei tudo na água. A gente vai buscar essa medalha daqui três anos", completou.

Pepê Gonçalves se classificou para a semifinal com o sexto melhor tempo (92,91).