PUBLICIDADE
Topo

MMA


Trilogia aposenta Minotouro e prepara Shogun para últimas lutas da carreira

Maurício Shogun e Rogério Minotouro se encaram antes da luta em 2015 - Buda Mendes/Zuffa LLC via Getty Images
Maurício Shogun e Rogério Minotouro se encaram antes da luta em 2015 Imagem: Buda Mendes/Zuffa LLC via Getty Images

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

25/07/2020 04h00

A segunda luta mais importante do UFC: Whittaker x Till colocará um ponto final em uma trilogia histórica para o Brasil. Lendas do extinto Pride, Rogério Minotouro e Maurício Shogun sobem ao octógono sabendo que não repetirão o gesto por muito mais tempo.

No caso de Minotouro é uma certeza. O baiano já anunciou que se aposentará depois do combate na "Ilha da Luta". Por isso, fez questão que seu último evento fosse contra Shogun, com quem protagonizou duas empolgantes lutas, uma no Pride e uma no UFC, sempre com vitória para o curitibano.

"Eu tenho muita admiração pelo Shogun, é um grande atleta, um campeão. Essa luta vai ser como um tira-teima para mim. A segunda foi muito parelha e eu acho que ganhei. Vai ser uma oportunidade para mostrar que tenho condições de ganhar dele", disse Minotouro.

A segunda luta foi justamente a que mais causa polêmica entre os dois. Minotouro tem certeza de que venceu o primeiro round por 10 a 8, o que resultaria em um empate - Shogun venceu o segundo e o terceiro. O curitibano discorda. "Qualquer pessoa que conheça um pouco de MMA sabe que eu venci. Venci o segundo e o terceiro round, nitidamente".

Shogun está com 38 anos. Ex-campeão dos meio-pesados, ele ainda permanecerá mais um tempo como funcionário do UFC. Mas a hora do adeus está chegando. "Eu quero fazer essa luta e mais uma ou duas só. Esse é o meu objetivo".

Quando os dois se aposentarem, restarão poucos lutadores na ativa de uma geração que ajudou a colocar o Brasil no topo do MMA. Anderson Silva também se prepara para a aposentadoria, enquanto Vitor Belfort e Wanderlei Silva lutam cada vez menos e esperam se enfrentar em breve.

"Fico feliz que o pessoal da nova geração já está aí e a gente segue lutando. É um motivo de orgulho ser inspiração para esse pessoal novo. Acho que o Brasil está bem servido nessa nova geração", completou Shogun.

O duelo entre Minotouro e Shogun será o segundo mais importante do evento de hoje (25), na "Ilha da Luta", em Abu Dhabi. O card terá como luta principal o combate entre Robert Whittaker e Darren Till.

UFC: Whittaker x Till
Ilha da Luta (Abu Dhabi), em 25 de julho de 2020

Card Principal (21h, de Brasília)

Peso-médio: Robert Whittaker x Darren Till
Peso-meio-pesado: Mauricio Shogun x Rogério Minotouro
Peso-pesado: Fabricio Werdum x Alexander Gustafsson
Peso-palha: Carla Esparza x Marina Rodriguez
Peso-meio-pesado: Paul Craig x Gadzhimurad Antigulov
Peso-meio-médio: Alex Oliveira x Peter Sobotta
Peso-meio-médio: Khamzat Chimaev x Rhys McKee

Card Preliminar (18h, de Brasília)

Peso-leve: Francisco Trinaldo x Jai Herbert
Peso-meio-médio: Nicolas Dalby x Jesse Ronson
Peso-pesado: Tom Aspinall x Jake Collier
Peso-pena: Movsar Evloev x Mike Grundy
Peso-pesado: Tanner Boser x Raphael Pessoa Nunes
Peso-galo: Bethe Correia x Pannie Kianzad
Peso-meio-médio: Ramazan Emeev x Niklas Stolze
Peso-galo: Nathaniel Wood x John Castaneda

MMA