PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Departamento de futebol do Flamengo se preocupa em dar suporte psicológico a Andreas

Dudu disputa lance com Andreas Pereira na final entre Palmeiras e Flamengo - Ettore Chiereguini/AGIF
Dudu disputa lance com Andreas Pereira na final entre Palmeiras e Flamengo Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

28/11/2021 16h25

O departamento de futebol do Flamengo está preocupado em dar suporte psicológico ao meia Andreas Pereira, que cometeu a falha que originou o gol da vitória do Palmeiras na final da Libertadores, disputada ontem em Montevidéu, no Uruguai.

A informação foi primeiramente divulgada pelo "ge" e, dentro do clube, existe uma preocupação para que a falha não se torne um "trauma" e abale o desempenho do atleta nos outros jogos do clube.

Algumas horas após a derrota, o próprio jogador foi até as redes sociais pedir desculpas à torcida do Flamengo pelo erro cometido no lance do gol de Deyverson. Com o "coração apertado", Andreas prometeu que reconquistará a Nação.

"Nação, estou aqui com coração apertado! Hoje eu errei! Não faltou vontade, raça... e nunca vai faltar! Momentos difíceis mostram o caráter do nosso grupo que nesses 3 meses me acolheu na família com tanto carinho! Peço desculpas pelo erro de hoje! Eu prometo, vou reconquistar vocês", escreveu.

A torcida do Flamengo, em massa, comentou no post dando força ao jogador, que tem 25 anos, e está emprestado pelo Manchester United ao Flamengo, mas, mesmo assim, alguns torcedores criticaram o atleta.

Jogadores mais experientes do Flamengo saíram publicamente em defesa de Andreas Pereira. O zagueiro David Luiz, por exemplo, destacou que o time não perdeu a final por causa da falha do volante.

"Futebol tem dessas coisas. É um menino de ouro, grande jogador. Estava fazendo um jogo, fez um jogo fantástico, em que, em um lance, tudo vai por água abaixo. Única coisa que eu falei para ele é que, por mais que as pessoas analisem somente esse lance, a gente não perdeu o jogo por causa disso. Nossa visão tem que ser mais profunda e ampla nessa análise, principalmente de um grande jogador como o Andreas. Fico triste por ele porque é um grande amigo, porque é um grande jogador, triste porque ele merecia mais, triste porque nós merecíamos mais", disse David Luiz.

O meia Diego, que é um dos líderes e capitães do time, também defendeu Andreas e dividiu a culpa entre os outros atletas:

"Com certeza, nós, jogadores, entramos em campo para acertar. Mas mesmo assim, por mais concertados que estivéssemos, estamos sujeitos a erros. O que nós passamos para ele, justamente, é que nós estamos juntos, independente de quem erra. Todos nós erramos. A vitória é nossa, a derrota também. Temos que dividir", garantiu Diego.

O Palmeiras venceu a partida por dois a um e o segundo gol do time saiu na prorrogação, quando Andreas se atrapalhou e perdeu a bola para Deyverson, que finalizou bem. Com a vitória, o Palmeiras se sagra tricampeão da Libertadores e defende o título, já que era o atual campeão.

Flamengo