PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Abel blefou no Palmeiras: Felipe Melo diz que joelho o deixou fora da final

Felipe Melo comemora com a torcida a conquista do tricampeonato da Libertadores pelo Palmeiras - REUTERS/Mariana Greif
Felipe Melo comemora com a torcida a conquista do tricampeonato da Libertadores pelo Palmeiras Imagem: REUTERS/Mariana Greif

Diego Iwata Lima

Do UOL, em Montevidéu (Uruguai)

28/11/2021 04h00

Classificação e Jogos

Abel Ferreira blefou desde o desembarque do Palmeiras em Montevidéu. Procurou passar a imagem de que Felipe Melo iria para campo desde o início na decisão da Libertadores contra o Flamengo, o que não ocorreu. O volante, na verdade, entrou no finalzinho da prorrogação. No fim, todos atingiram o grande objetivo: o time volta para São Paulo com o tricampeonato continental.

Mas lembremos o passo a passo do blefe de Abel. Assim que chegou ao hotel, o técnico português mandou o zagueiro Gustavo Gómez conceder uma entrevista coletiva, que levou muitos a acreditarem que Felipe Melo iria ser titular.

Isso porque o capitão do time obrigatoriamente concede entrevista coletivas junto com o treinador, um dia antes da final, numa cerimônia que precede o reconhecimento do gramado. E Gustavo Gómez, por ter falado antes, não daria outra janela para entrevistas antes da final contra o Flamengo.

Para aumentar o blefe, Felipe foi mesmo quem concedeu a entrevista reservada ao capitão, aumentando o rumor de que ele começaria jogando. O jogo começou, porém, com Danilo e Zé Rafael como titulares.

"Eu ia jogar, como titular que sou. Mas senti uma dorzinha no joelho que me impediu de começar jogando", disse Felipe ao UOL Esporte.

Nesta semana, em carta à torcida alviverde publicada pelo UOL Esporte, o veterano meio-campista ao menos justificou, de maneira antecipada a outra jogada de Abel. Para ele, não importa se está no gramado ou no banco. No dia a dia, ele seria visto como o capitão do time, a ponto de ter o direito de erguer a taça mesmo que não jogue.

"Já para as pessoas entenderem, eu espero jogar, ajudar em campo. Mas se não acontecer e vencermos, estarei lá levantando o troféu, podem ter certeza. E com a faixa de capitão, porque eu sou o capitão e faço questão disso", afirmou.

Palmeiras