PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2021

Palmeiras vence Flamengo na prorrogação e é tricampeão da Libertadores

Diego Iwata e Leo Burlá

Do UOL, em Montevidéu

27/11/2021 19h37

Classificação e Jogos

A América do Sul, mais uma vez, veste verde: o Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores. A equipe do técnico Abel Ferreira contrariou os prognósticos e bateu o Flamengo por 2 a 1, na prorrogação, em Montevidéu (URU), para ficar com o título da edição 2021. O gol do título foi feito por Deyverson, que entrou justamente no tempo extra. Anteriormente haviam marcado Raphael Veiga, para o Alviverde, e Gabigol, para o Rubro-Negro.

O Palmeiras já havia conquistado a competição em 1999 e ano passado, quando venceu o rival Santos por 1 a 0, no Maracanã (RJ).

Abel Ferreira chega ao seu segundo título e se isola como técnico europeu que mais vezes venceu o torneio, deixando para trás o compatriota Jorge Jesus, que venceu justamente com o Flamengo, rival desta final de 2021, na temporada de 2019.

O título consagra, além do treinador português, o trabalho do presidente Mauricio Galiotte e do diretor Anderson Barros. Galiotte, que encerra seu segundo mandado em dezembro, despede-se do cargo com cinco conquistas: duas Libertadores (2020 e 2021), um Campeonato Brasileiro (2018), uma Copa do Brasil (2020) e um Campeonato Paulista (2020).

Barros, que chegou ao clube para substituir o badalado Alexandre Mattos, faz administração de contenção de gastos e, mesmo assim, levou o departamento de futebol a quatro das cinco conquistas da gestão. Mas, que seja feita justiça, Mattos contratou a maioria dos jogadores do elenco bicampeão.

Com a conquista, o Palmeiras se iguala a Grêmio, Santos e São Paulo e entra para o panteão dos clubes tricampeões da Libertadores, os clubes brasileiros que mais vezes venceram o torneio. Essa foi a sexta final do Palmeiras, que agora tem um aproveitamento de 50% em termos de títulos. O título faz do Palestra o primeiro clube a ganhar um bicampeonato consecutivo desde o Boca Juniors de 2000 e 2001.

O Palmeiras, clube brasileiro com mais participações na competição, com 21, ao lado de São Paulo e Grêmio, soma ainda mais jogos (210), mais vitórias (118), mais vitórias como visitante (44), mais gols (391), mais gols como mandante (233) e mais gols como visitante (156 tentos).

Live do Palmeiras

Live do Flamengo

Mundial é logo ali

Com o título, o Palmeiras se classificou para o Mundial de Clubes que será disputado em fevereiro de 2022, nos Emirados Árabes. A competição contará com Chelsea (Inglaterra), Al Hilal (Arábia Saudita), Monterrey (México), Al-Ahly (Egito), Al Jazira (Emirados Árabes) e Auckland City (Nova Zelândia).

Deyverson tem estrela: entra e marca

Deyverson comemora gol do Palmeiras na prorrogação da final da Libertadores contra o Flamengo - REUTERS/Mariana Greif - REUTERS/Mariana Greif
Imagem: REUTERS/Mariana Greif

O palmeirense que disser que entendeu ou que gostou da entrada de Deyverson para jogar a prorrogação estará mentindo. Ainda mais com o prognóstico de disputa de pênaltis, a saída de Raphael Veiga, o único bom batedor de fato do time, parecia trágica. Mas, logo aos 4min, ele calou a boca de seus críticos. Andreas Pereira vacilou, Deyverson roubou a bola e bateu na saída de Diego Alves para fazer o segundo do Palmeiras no jogo.

O melhor: Arrascaeta supera limitações

Em meio aos problemas de criação que o Flamengo apresentou no Uruguai e diante do bom sistema defensivo do Palmeiras, Arrascaeta foi o rubro-negro mais lúcido. Mesmo retornando de contusão na coxa, o uruguaio consegui descolar bons passes e tentou se desvencilhar da marcação. Taticamente, o camisa 14 também teve papel importante ao ocupar espaços na hora da perda da bola e no combate. Com essa entrega e ainda o peso da prorrogação, o meia cansou e caiu de produção.

O melhor: Danilo estava bem e fez falta ao sair

O jovem volante alviverde foi impecável na marcação e na saída para o ataque. Aparecia em todos os setores do campo sempre se oferecendo como opção de lucidez e inteligência. Sua saída, lesionado, foi enorme baque para o Palmeiras.

O pior: Andreas comete erro fatal

O volante cumpria atuação razoável no Centenário, mas seu erro no gol de Deyverson foi capital. Ao perder uma bola para o atacante palmeirense, permitiu que o rival saísse na cara de Diego Alves.

Flamengo: mudança de postura

Na finalíssima da Libertadores, o Flamengo entrou em campo sem a chamada "pegada" de decisão. Contra o rival muito bem postado defensivamente, o Fla aceitou com passividade a marcação palmeirense e não achou alternativas para mudar a cara do jogo no primeiro tempo. A equipe tentou se impor mais na segunda etapa, passou a ocupar mais o campo contrário e, enfim, chegou ao empate. A partir daí, o Rubro-Negro foi notadamente melhor que o Alviverde e controlou as ações. Um erro crasso de Andreas Pereira, no entanto, colocou tudo a perder.

Palmeiras fez jogo tático e viveu velhos problemas

O Palmeiras fez jogo taticamente perfeito até a metade do segundo tempo. Soube explorar os pontos fracos do adversário — as costas dos laterais —, abriu o placar logo cedo no jogo e, mesmo assim, manteve-se pressionando o Flamengo, tendo jogado melhor no 1º tempo. Na segunda etapa, o time passou a usar o cronômetro a seu favor, fazendo o que melhor sabe: explorar o jogo veloz de transição. Mas uma falha de Weverton, algo raríssimo, deu o empate ao Flamengo, que cresceu no jogo.

Palmeiras viu meio-campo desmontar no 2º tempo

Primeiro, foi Danilo. Depois, Zé Rafael. E o Palmeiras perdeu seu meio-campo no segundo tempo de jogo. As entradas de Patrick de Paula e Danilo Barbosa alteraram completamente a maneira de o Palmeiras se defender e atacar, ficando mais vulnerável e menos efetivo na frente.

Cronologia do jogo

Jogadores do Palmeiras comemoram segundo gol contra o Flamengo - Ettore Chiereguini/AGIF - Ettore Chiereguini/AGIF
Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

O Palmeiras abriu o placar aos 4 minutos do primeiro tempo com Raphael Veiga após assistência de Mayke. O Flamengo empatou aos 26 minutos do segundo tempo com Gabigol. O gol do título veio aos 4 minutos do primeiro tempo da prorrogação com Deyverson, após falha de Andreas Pereira.

Caminho verde foi pelos lados

O Alviverde trabalhou para explorar as costas de Filipe Luis e Isla. Scarpa e Piquerez jogavam em dupla pela esquerda, com subidas de Zé Rafael, enquanto Dudu, Mayke e Rony trabalhavam pela direita, nas costas do lateral-esquerdo rubro-negro

Filipe Luís sai lesionado no 1º tempo

Filipe Luis sente lesão durante a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, em Montevidéu - AFP - AFP
Imagem: AFP

O lateral esquerdo Filipe Luís sentiu dores e precisou ser substituído aos 30 minutos do primeiro tempo. Renê entrou em seu lugar.

Show de Anitta

Anitta em show na final da Libertadores 2021 - AGUSTIN MARCARIAN/REUTERS - AGUSTIN MARCARIAN/REUTERS
Imagem: AGUSTIN MARCARIAN/REUTERS

Antes de a bola rolar, quem comandou a festa por cerca de 15 minutos foi a cantora brasileira Anitta com seus hits. Na semana da decisão ela movimentou as redes sociais ao perguntar se o meia uruguaio Arrascaeta, do Flamengo, estava solteiro.

Pedido de casamento

Torcedor do Flamengo pede namorada palmeirense em casamento no estádio Centenário, em Montevidéu, antes da final da Libertadores - Ettore Chiereguini/AGIF - Ettore Chiereguini/AGIF
Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Também antes do jogo ocorreu um momento fofo. Um torcedor do Flamengo pediu a namorada palmeirense em casamento na arquibancada. O momento foi transmitido nos telões do estádio Centenário, e a torcida do Palmeiras ficou gritando "não, não, não" em tom de brincadeira.

Propaganda "atrapalha" gol do Palmeiras no SBT

Propaganda atrapalha gol do Palmeiras na final da Libertadores no SBT - Reprodução web - Reprodução web
Imagem: Reprodução web

Uma propaganda atrapalhou a transmissão do SBT na hora do gol de Raphael Veiga na final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, na tarde deste sábado. O comercial apareceu exatamente no momento em que o jogador palmeirense chutava a bola para o fundo das redes.

Confusão antes do jogo

Confusão entre torcedores do Palmeiras e do Flamengo nos bares próximos ao Centenário - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Torcedores de Flamengo e Palmeiras protagonizaram confusão em Montevidéu, no Uruguai, poucas horas antes de a bola rolar para a final da Copa Libertadores entre os clubes. Na tarde de hoje (27), a confusão estourou em um restaurante nos arredores do Centenário.

O restaurante fica no 'lado palmeirense' do estádio, localizado na região das entradas que são exclusivas aos torcedores do Alviverde na final. Alguns flamenguistas almoçavam em uma mesa externa do estabelecimento sem serem incomodados, em meio aos palmeirenses, até serem expulsos a pontapés por homens vestidos com camisas da torcida organizada Mancha Verde.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 x 1 FLAMENGO

Local: estádio Centenário, em Montevidéu (URU)
Hora: 17h (horário de Brasília)
Data: 27 de novembro de 2021 (sábado)
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)
Auxiliares: Juan P. Belatti e Gabriel Chade (ambos da Argentina)
VAR: Julio Bascuñan (Chile)
Cartões amarelos: Rodrigo Caio, Arrascaeta, Gabigol (FLA); Piquerez, Gustavo Gómez, Felipe Melo (PAL)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Raphael Veiga, aos 5 minutos do primeiro tempo (PAL); Gabigol, aos 26 minutos do segundo tempo (FLA); Deyverson, aos 4 minutos do primeiro tempo da prorrogação (PAL)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez (Felipe Melo); Danilo (Patrick de Paula), Zé Rafael (Danilo Barbosa), Gustavo Scarpa e Raphael Veiga (Deyverson); Dudu (Wesley) e Rony. Técnico: Abel Ferreira

FLAMENGO: Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, David Luiz e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Andreas Pereira (Pedro), Éverton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta (Vitinho); Bruno Henrique (Kenedy) e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho