PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Diretor do São Paulo diz que Tchê Tchê está "muito perto" do Atlético-MG

05/04/2021 07h00

O volante Tchê Tchê deve mesmo ser emprestado para o Atlético-MG até maio de 2022. Segundo o diretor de futebol do São Paulo, Carlos Belmonte, o negócio está muito perto de acontecer e deve ser definido nesta semana.

A redução na folha salarial, uma das principais bandeiras na gestão do presidente Julio Casares é um dos motivos da saída do jogador do clube do Morumbi. Ele deve ser emprestado até maio de 2022 ao Galo.

"Está muito perto. Ele ainda não assinou, mas está muito perto. Já chegamos a um resultado com o Atlético-MG. O Tchê Tchê é um jogador importante, mas nós estamos fazendo o reajuste de folha. Ele não vinha sendo titular com o Crespo e surgiu uma oportunidade. O Atlético-MG vai pagar o salário integral, inclusive com encargos e direitos de imagem", afirmou Belmonte em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta.

A relação com o técnico Cuca, onde o jogador trabalhou no Palmeiras e no próprio São Paulo também foi um atrativo a mais para Tchê Tchê, que pode ser mais aproveitado no elenco da equipe de Belo Horizonte.

"Todos sabem que o Cuca tem uma admiração muito grande pelo Tchê Tchê, esteve com ele no Palmeiras e, depois, no próprio São Paulo. Houve essa conversa e, diante do reequilíbrio do elenco nesta temporada, achamos por bem liberar o Tchê Tchê, que deve ficar no Atlético-MG até maio do próximo ano", concluiu o diretor são-paulino.

São Paulo