PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Araos é liberado pelo Corinthians para integrar seleção chilena

Chileno Araos, jogador do Corinthians - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Chileno Araos, jogador do Corinthians Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

21/03/2021 08h00

Após recuperar espaço no Corinthians no fim da última temporada, o meia chileno Ángelo Araos também ganhou prestígio com a seleção do seu país e foi convocado pelo técnico Martín Lassarte para um amistoso contra a Bolícia, na próxima sexta-feira (26).

O atleta, que assim como todo o elenco corintiano, ganhou folga neste fim de semana, não se reapresentará na segunda-feira (22) e já migrará diretamente para o Chile, onde a partida acontece, na cidade de Rancagua.

A logística corintiana acredita que logo após a partida, Araos já retorna ao Brasil. O Timão ainda não sabe quando será o próximo compromisso oficial, já que o Campeonato Paulista está paralisado, após o Estado entrar na fase emergencial de contenção ao avanço dos casos do novo coronavírus, o que, entre as restrições, está a suspensão de eventos esportivos. Contudo, uma reunião entre a direção da Federação Paulista de Futebol e representantes dos clubes de Série A1, na manhã desta segunda-feira (22) definirá sobre os próximos passos, com a competição sendo retomada nos próximos dias.

Aráos ficou quase três meses sem ser escalado, entre novembro de 2020 e janeiro de 2021. Porém, nos últimos sete jogos do último Brasileirão só ficou fora de um, justamente a 38ª rodada, quando o Timão empatou sem gols contra o Internacional, em Porto Alegre, sendo titular em todas as ocasiões.

Já nesta temporada, o meia entrou em campo apenas nos dois minutos finais da vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta, há duas semanas, pela terceira rodada do Paulistão, na Neo Química Arena.

No Timão desde o segundo semestre de 2018, salvo três meses que ele passou empresado a Ponte Preta, no fim de 2019, o jogador chileno tem 44 jogos disputados e um gol marcado.

Questões sanitárias

O Chile, para onde Aráos migrará, é o país que melhor tem tratado a pandemia, principalmente no que se refere a vacinação. Cerca 30% dos chilenos já estão imunizados. Contudo, como a situação no Brasil no combate a Covid-19 tem sido questionável, pessoas que vão do país ao Chile precisa realizar o exame de PCR antes do embarque, passa por uma nova bateria no aeroporto e precisa ficar 48 horas em isolamento até o resultado do segundo teste ser disponibilizado e resultando negativo.

Corinthians