PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Brino: 'Escalação do Santos foi ruim. Deu tudo errado contra o Goiás'

Do UOL, em São Paulo

16/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

O Santos entrou em campo neste domingo (15) com a possibilidade de se tornar líder do Brasileirão, mas viu a esperança se transformar em frustração ao perder por 1 a 0 para o Goiás na Serrinha. As mudanças promovidas pelo técnico Fabián Bustos não deram o efeito esperado, e as substituições feitas ao longo da partida pouco contribuíram para o Peixe reagir.

Na Live do Santos, programa do UOL Esporte logo após as partidas do Peixe, os jornalistas Gabriela Brino e Maurício Barros reprovaram algumas das escolhas feitas por Fabián Bustos para o duelo diante do Goiás. Na visão dos comentaristas, a escalação e a manutenção de Bryan Angulo até o fim do jogo, além da mudança de posicionamento de Léo Baptistão, foram determinantes para o resultado.

"A escalação foi ruim e deu tudo errado. Quando ele coloca Baptistão meio longe da área para fazer o lado direito e coloca o Angulo na posição errada... Não gostei da escalação. Gostei de ver o Maicon de volta. Infelizmente, o Velázquez acabou com a atmosfera do jogo logo no início. O Santos até entrou em uma crescente e havia uma inspiração e um movimento, que foram quebrados com o pênalti. Virou tudo e as coisas foram se complicando", destacou Brino.

Para Barros, a mudança na zaga não foi o problema na escalação de Bustoso, mas sim a escolha por Angulo. "O Santos fez uma excelente partida contra o Coritiba, com um segundo tempo exemplar. O time era exatamente esse, com três alterações. Maicon e Bauermann são titulares, mas há uma questão de dosar o elenco. O Velázquez vinha bem e havia recuperado seu melhor futebol. Não vejo um absurdo a defesa ter Maicon e Velázquez. Ele veio com Angulo no lugar do Goulart, que não estava jogando nada. O Angulo continuou como uma nulidade", lamentou.

Brino concordou e considerou que Baptistão, mais recuado, não foi tão efetivo. "A ideia do Bustos foi tentar um time mais ofensivo e rápido. Essa parte não me incomoda. Se ele tivesse ido exatamente com a escalação contra o Coritiba, teria dado um efeito diferente. O grande ponto, para mim, foi deslocar o Baptistão e usar o Angulo em uma posição na qual ele não rende. Isso ficou claro muito rápido. Não entendo por que o Angulo não foi substituído, já que a produção dele na posição deu muito errado. O Baptistão participou muito menos do que costuma. Ele é criativo e dinâmico, mas não conseguiu participar direito da partida", avaliou.

Além de baixa produtividade de Ângulo e Baptistão em funções diferentes em campo, Brino chamou a atenção para as substituições feitas por Bustos. Na opinião da jornalista, Bustos errou ao tirar Vinícius Zanocelo e Marcos Leonardo, dois dos jogadores mais criativos do Santos.

"Bustos tirou o Zanocelo, que era um dos melhores em campo para mim, muito rápido. Ele era um dos destaques do time e estava conseguindo atrapalhar o Goiás. Não fez o menor sentido, não acredito que tenha sido por um problema físico. As duas substituições fizeram pouquíssimo sentido, mas a do Zanocelo me deixou irritada porque ele era um dos que estavam produzindo mais. O Marcos Leonardo também é um cara que surpreende e é muito oportunista", indignou-se.

Para Brino, as intervenções de Bustos foram determinantes para o desempenho ruim do Santos diante do Goiás. "Faltou inspiração ao Santos e houve muitos erros individuais. Alguns pontos de luz foram retirados nas substituições. As substituições do Bustos não fazem o menor sentido. O Santos teve muita dificuldade de se impor fora de casa de novo. Não consegui entender o que aconteceu hoje", finalizou.

Não perca! A próxima edição da Live do Santos será na quarta-feira (18), logo após a partida contra o Unión La Calera pela Copa Sul-Americana. Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Santos no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no YouTube.

Futebol