PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Mattos: Corinthians e Atlético-MG têm times mais caros do que podem pagar

Colaboração para o UOL, em Aracaju

14/05/2022 04h00

Uma reportagem publicada ontem (13) no UOL mostra quais os clubes brasileiros mais endividados e detalha o endividamento de cada um. No topo da lista está o campeão brasileiro, o Atlético-MG, que virou o ano com uma dívida de R$ 1,3 bilhão. Completam o pódio o Cruzeiro (R$ 1,020 bilhão) e o Corinthians (R$ 928 milhões).

Na Live do Danilo e do Vitão, transmitida pelo UOL Esporte toda segunda, quarta e sexta às 15h, os jornalistas Danilo Lavieri, Vitor Guedes e Rodrigo Mattos criticaram os clubes que gastam mais do que arrecadam e cobraram melhor regulação financeira das competições esportivas. Segundo Mattos, os dois clubes do topo do ranking, Atlético-MG e Corinthians, não conseguem hoje andar com as próprias pernas e por isso acabam recorrendo a calotes e empréstimos.

"O Atlético-MG tem R$ 1,3 bilhão de dívida líquida, sendo que a receita no ano que ganhou Copa do Brasil e Brasileiro bateu R$ 500 milhões, a relação é quase três vezes da dívida. O time do Atlético é mais caro do que ele pode pagar, é um fato, ele não conseguiria pagar se não tivesse financiamento externo. E pegou dinheiro em banco, os irmãos Menin dão as garantias, são os fiadores, mas o empréstimo é com juros de banco."

O levantamento feito pela consultoria Ernst & Young detalha que quase 40% da dívida do Atlético-MG, por exemplo, tem juros arrolados. Só no ano passado, o Galo pagou cerca de R$ 87 milhões em despesas financeiras. O plano do clube para tapar o buraco é vender os 49,9% que lhe restam do shopping Diamond Mall.

"Eles vão ter que vender o shopping e mesmo assim não paga a dívida. A dívida tributária é mais fácil de conter, mas a situação é complicada, esse discurso que está tudo bem, pagando quase R$ 100 milhões só de juros, não pode estar tudo bem. Tanto que eles começaram a vender gente, Savarino, Júnior Alonso no ano passado, não é tranquila a situação", opinou Mattos.

O colunista do UOL criticou também o modelo adotado pelo Corinthians, que troca a dívida financeira pelo endividamento tributário. Só de impostos, o Timão deve R$ 534 milhões.

"O que o Corinthians faz é não pagar imposto para financiar o futebol, o Corinthians já tinha tomado multas e cobranças na época do Andrés Sanchez pelo mesmo motivo. O Atlético-MG cresce na dívida bancária e o Corinthians na tributária."

"Embora o Corinthians tenha tido uma queda de 4% na dívida com jogadores, um monte de penduricalhos que deviam e resolveram, é insuficiente. Mas não está incluído o estádio e boa parte da dívida é de curto prazo, vence em até um ano, e vão rolando dívida para manter o time. O Corinthians também não deveria ter um time tão caro, em algum momento tem que reduzir essa conta", concluiu Mattos.

A próxima edição da Live do Danilo e do Vitão será na segunda (16). Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol