PUBLICIDADE
Topo

Liga Europa - 2021/2022

Barça dá show e elimina Napoli da Liga Europa em jogo de golaços e protesto

Jordi Alba, do Barcelona, abriu o placar na vitória da equipe catalã sobre o Napoli; time de Xavi vai às oitavas do torneio - ANDREAS SOLARO / AFP
Jordi Alba, do Barcelona, abriu o placar na vitória da equipe catalã sobre o Napoli; time de Xavi vai às oitavas do torneio Imagem: ANDREAS SOLARO / AFP

Do UOL, em São Paulo

24/02/2022 18h51

Classificação e Jogos

O Barcelona mostrou força mesmo atuando fora de casa e venceu o Napoli por 4 a 2 no jogo de volta da primeira fase do mata-mata da Liga Europa, realizado hoje à tarde no estádio Diego Armando Maradona. A partida ficou marcada por golaços dos catalães e por um protesto antes de a bola rolar.

O resultado conquistado em Nápoles coloca o time treinado por Xavi nas oitavas de final do torneio, já que, no jogo de ida, as equipes empataram por 1 a 1 no Camp Nou.

O UOL Esporte resumiu a eletrizante partida, com direito a show do Barça. Confira:

Faixa contra a guerra

Pouco antes do apito inicial, jogadores de Napoli e Barcelona se reuniram e, juntos, tiraram uma foto segurando uma faixa com a frase "stop war" ("pare a guerra", em inglês). A manifestação se refere aos ataques da Rússia contra a Ucrânia desde as primeiras horas do dia.

Apesar do protesto, a Uefa, responsável pela geração das imagens da partida, optou por ignorar o fato e colocou as escalações titulares no momento do ato.

Jogadores de Barcelona e Napoli posam, juntos, em protesto contra a guerra entre Rússia e Ucrânia - Ciro de Luca/Reuters - Ciro de Luca/Reuters
Jogadores de Barcelona e Napoli posam, juntos, em protesto contra a guerra entre Rússia e Ucrânia
Imagem: Ciro de Luca/Reuters

Gol rápido em contra-ataque curioso

Com a bola rolando, o Barça deu show e abriu o placar aos sete minutos, em contra-ataque gerado após um erro bizarro dos donos da casa. Em escanteio para os italianos, Insigne cobrou curto e "entregou" a bola para Aubameyang, que estava dentro da área para afastar. O atacante, então, correu por alguns metros e acionou Traoré ao ser apertado pela marcação.

Ao receber, o camisa 11 usou o físico para carregar a bola até a intermediária do campo adversário, tocando em diagonal para o lateral Alba, que fez as vezes de centroavante e, com o pé direito, mandou para o fundo do gol de Meret já dentro da área: 1 a 0.

Diminuir o ritmo? Que nada!

O segundo gol do jogo saiu aos 12 minutos, e também com os visitantes balançando as redes. O goleiro Ter Stegen lançou a bola em direção a Aubameyang que, após desvio da zaga do Napoli, tocou de calcanhar para Frenkie de Jong.

Com total liberdade, o meio-campista avançou pelo meio e finalizou com muita categoria, acertando o ângulo da meta defendida por Meret, que ficou estático durante o chute: 2 a 0.

Frenkie de Jong acertou um lindo chute e marcou o 2° gol do Barcelona na partida contra o Napoli - Ciro De Luca/Reuters - Ciro De Luca/Reuters
Frenkie de Jong acertou um lindo chute e marcou o 2° gol do Barcelona na partida contra o Napoli
Imagem: Ciro De Luca/Reuters

Reação rápida

O Napoli não se mostrou desesperado e, aos 20 minutos, arrancou um pênalti. Após lançamento em profundidade, Osimhen disparou na ponta esquerda para chegar à bola e foi derrubado por Ter Stegen na região da linha da área.

Logo depois do choque, o árbitro de campo considerou apenas falta, mas o VAR entrou em cena e apontou o lance como penalidade máxima em menos de um minuto de checagem.

Insigne, com tranquilidade, bateu cruzado para a meta de Ter Stegen, que optou por permanecer no meio e não conseguiu defender: 2 a 1.

Depois dos três gols em 22 minutos, a partida seguiu agitada, mas com menos oportunidades claras de gol até os 44 minutos.

Insigne, do Napoli, marcou de pênalti no jogo contra o Barcelona, válido pela Liga Europa - ANDREAS SOLARO / AFP - ANDREAS SOLARO / AFP
Insigne, do Napoli, marcou de pênalti no jogo contra o Barcelona, válido pela Liga Europa
Imagem: ANDREAS SOLARO / AFP

Que classe, hein, Piqué?

Pouco antes do intervalo, o Barça ampliou e voltou a ter uma vantagem considerável para passar de fase e eliminar os italianos.

Após escanteio da direita, a zaga do Napoli afastou e a bola sobrou, já na esquerda, para Alba. O lateral cruzou novamente e Piqué, com habilidade, bateu de pé esquerdo no canto do gol de Meret, fazendo o terceiro dos catalães na partida.

Virou goleada!

Os visitantes voltaram do vestiário com a ideia de manter a posse de bola e explorar espaços vazios, e chegaram ao quarto gol com esta filosofia.

Aos oito minutos, Traoré disparou pela direita e tentou o cruzamento fechado. A bola viajou em direção de Meret, que deu um tapa providencial para evitar o pior, e sobrou para Frenkie de Jong. O holandês chegou finalizando forte e só não ampliou em função do desvio do zagueiro Rrahmani.

O gol saiu, então, cinco minutos depois do susto. Em nova jogada pela direita com Traoré, a bola foi atravessada na entrada da área e parou em Aubameyang, que bateu com categoria e balançou a rede — mais um golaço em Nápoles.

Aubameyang, do Barcelona, balançou as redes do Napoli em jogo válido pela Liga Europa - Ciro De Luca/Reuters - Ciro De Luca/Reuters
Aubameyang, do Barcelona, balançou as redes do Napoli em jogo válido pela Liga Europa
Imagem: Ciro De Luca/Reuters

Jogo esfria, e Barça erra

O gol de Auba serviu para praticamente encerrar qualquer chance de empate do Napoli, que passou a cometer faltas e se viu sem força para atacar os catalães.

Insigne até chegou a superar Ter Stegen em uma enfiada de bola pelo meio, mas estava impedido e o lance foi anulado.

Apesar do desânimo, os mandantes conseguiram diminuir o placar já na casa dos 41 minutos da etapa final. Em um erro de saída de bola do Barça, Nico González perdeu a bola e Politano, sem pestanejar, arriscou e acertou as redes do adversário: 4 a 2.

Ficha técnica: Napoli x Barcelona

Torneio: Liga Europa (jogo de volta da 1ª fase do mata-mata)

Data: 24 de fevereiro de 2022

Local: Estádio Diego Armando Maradona, em Nápoles

Horário: 17h (de Brasília)

Gols: Alba (7 min do 1° tempo), Frenkie de Jong (12 min do 1° tempo), Insigne (22 min do 1° tempo), Piqué (44 min do 1° tempo), Aubameyang (13 min do 2° tempo) e Politano (41 min do 2° tempo)

Napoli: Meret; Di Lorenzo, Rrahmani, Koulibaly e Mário Rui; Demme (Politano), Fabián Ruiz (Mertens), Elmas, Zielisnki (Ounas) e Insigne (Petagna); Osimhen (Ghoulam). Técnico: Luciano Spalletti

Barcelona: Ter Stegen; Dest, Piqué, Ronald Araújo e Alba; Busquets (Gavi), Frenkie de Jong e Pedri (Nico González); Adama Traoré (Dembélé), Aubameyang (Luuk de Jong) e Ferrán Torres (Riqui Puig). Técnico: Xavi Hernández