PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

RMP: 'Está na hora do Flamengo pegar a garotada e colocar para jogar'

01/12/2021 04h00

O Flamengo encarou o Ceará na noite de ontem (30), no Maracanã, e venceu por 2 a 1, resultado que deixa o time da Gávea, no mínimo, na segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Com o Atlético-MG muito perto do título, resta saber qual estratégia vai adotar o clube carioca para as próximas rodadas.

Na Live do Flamengo, transmitida pelo UOL Esporte após os jogos do Rubro-Negro, os colunistas André Rocha e Renato Maurício Prado debateram a atuação da equipe comandada pelo interino Maurício Souza e os próximos passos na competição.

"Os próximos três jogos para o Flamengo não vale rigorosamente nada. Tá, vai... Vale porque se o Atlético-MG perder todos os jogos e o Flamengo ganhar... Mas isso aí, provavelmente, acaba na próxima rodada já. Na próxima rodada o Atlético-MG vai ganhar e aí acabou o campeonato. Eu acho, sinceramente, que está na hora de pegar a garotada e colocar para jogar. Sobe o Matheus França, deixa jogar um pouco mais. Deixa o Matheuzinho e o Ramon direto. Está na hora de começar a usar a garotada. E, de repente, confirmando o título do Atlético-MG, dar férias mesmo aos jogadores para os jogadores poderem voltar antes, ter um preparo um pouco melhor, já com uma nova comissão técnica", disse Renato Maurício Prado.

"O próximo jogo do Flamengo é contra o Sport, não é isso? É um jogo que não vale rigorosamente nada. O Sport está rebaixado, se o Atlético-MG ganhar na véspera, o Flamengo terá sido vice-campeão carimbado, e não vai passar o Atlético-MG. Então, é um jogo que não vale nada. É um jogo perfeito para colocar a molecada para jogar", completou.

André Rocha concordou com o companheiro de bancada e ressaltou que Gallardo, um dos cotados para a vaga de Renato Gaúcho, gosta de usar os mais jovens e girar o elenco.

"Também acho. Até porque o Maurício sabe lidar com eles, né? Trabalhou com eles. E o Gallardo, se o Flamengo conseguir fechar com ele, é um treinador que utiliza bastante a base. E flexibiliza também essa questão dos titulares, roda muito, muda esquema de jogo, faz rodízio de jogadores, faz essa dosagem de minutos para ninguém se estourar. Pelo menos, fazia isso no River Plate. É uma situação para o ano que vem, de, realmente, trabalhar mais a base. O Domènec tentou fazer isso, mas a impressão que dá, até por informação, é que teve resistência lá dentro", apontou.

O jornalista salientou ainda que, na visão dele, o Rubro-Negro tem de mudar a filosofia e dar mais oportunidades a jogadores criados na base.

"Tem de ter uma mudança de filosofia, os garotos têm de ter oportunidade. Flamengo ganha título no sub-17, sub-20, e tem de começar a dar oportunidades para esses garotos, assim como o Palmeiras dá e outros clubes dão. Tem de dar uma dosada nisso porque a base está ficando envelhecida. Os principais jogadores estão ganhando tempo, estão desde 2019, já vão ser três anos, tem de dar um descanso justamente para não estourar".

A próxima edição da Live do Flamengo será na sexta-feira (3), logo após a partida contra o Sport, pelo Brasileiro. Você pode acompanhar o programa pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Flamengo no UOL Esporte e no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flamengo