PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Interino do Fla revela papo com Andreas e o exalta: 'Fez questão de jogar'

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/11/2021 23h30

Classificação e Jogos

Comandando a equipe do Flamengo de maneira interina após a demissão do técnico Renato Gaúcho ontem (29), o auxiliar Maurício Souza revelou uma conversa que teve com o meia Andreas Pereira - personagem central ao falhar no gol do título do Palmeiras na final da Libertadores. O profissional deixou o jogador à vontade para escolher se queria jogar ou não na partida de hoje (30), contra o Ceará, no Maracanã (RJ), onde o Rubro-Negro venceu por 2 a 1.

"Em relação ao Andreas, conversamos com ele, o deixamos à vontade. Ele fez questão de estar em campo, de jogar. Deixamos bem à vontade porque sabemos que ele foi um dos atletas que mais sentiram em função do segundo gol do Palmeiras. Mas ele mostrou personalidade e foi recompensado com um bom jogo e a vitória", declarou Souza.

Pela manhã, no centro de treinamento Ninho do Urubu, a organizada "Raça Rubro-Negra" foi ao local e, em encontro pessoal com Andreas, fez cobranças, mas na maioria do diálogo passou apoio ao jogador.

Já mais tarde, no Maracanã, seu nome dividiu a torcida antes do jogo entre algumas vaias e uma maioria de aplausos durante a escalação no telão.

Em campo, o meia fez uma boa partida, chegou a dar uma assistência para um gol acertadamente anulado de Bruno Henrique — que estava impedido — e quase fez o dele no último lance, onde saiu na cara do goleiro João Ricardo, que fez boa defesa.

No gol da vitória marcado por Matheuzinho, o lateral direito fez questão de puxar Andreas e apontá-lo para a torcida do Flamengo, em tom de apoio ao companheiro.

Interino agradece apoio da torcida do Fla

Apesar de alguns protestos pontuais - principalmente contra a diretoria e o técnico Renato Gaúcho - e vaias isoladas para alguns jogadores, como Diego Alves, Léo Pereira, Everton Ribeiro e Andreas Pereira, o tom da torcida do Flamengo foi de apoio em sua grande maioria, principalmente durante os 90 minutos da vitória sobre o Ceará.

Ao fim da partida, os mais de 40 mil torcedores cantaram bastante, e o time fez questão de ir ao centro do gramado agradecer o carinho, algo exaltado por Maurício de Souza.

"A gente notou que a torcida percebeu que todos nós estávamos muito machucados com a derrota. Sabíamos que precisávamos fazer um bom jogo para termos uma resposta positiva. A Nação deu mais uma prova de amor ao clube e ao time. Fico muito feliz com o que vimos aqui no Maracanã", declarou.

Flamengo