PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Diretor concorda com inconformismo, mas pede apoio da torcida do Botafogo

Botafogo anunciou Eduardo Freeland como novo diretor de futebol em janeiro - Reprodução
Botafogo anunciou Eduardo Freeland como novo diretor de futebol em janeiro Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/07/2021 23h18

Classificação e Jogos

Logo após a derrota em casa para o Goiás por 2 a 0, o diretor de futebol do Botafogo, Eduardo Freeland, analisou o momento do clube na Série B. Nesta terça-feira (20), antes da coletiva do interino Ricardo Resende, o dirigente falou sobre a situação do Glorioso e disse compactuar com a indignação da torcida, que vê a equipe apenas na 14º posição, com 13 pontos ganhos.

"É muito natural que haja um inconformismo de todos, e eu compartilho com isso. Um clube com a grandeza do Botafogo não pode passar por esse momento, Estamos trabalhando demais para que os resultados como de hoje não aconteçam. A última semana foi bastante turbulenta, houve a saída do professor Chamusca, que não entregou o que esperávamos, que era estar no G4. Enquanto buscamos um treinador, colocamos o Ricardo Resende, que teve muitos resultados bons na base. Ele fez um trabalho, se dedicou, agradecemos a ele", contou.

Apesar do momento conturbado, Freeland espera que a chegada de Enderson Moreira traga o Fogão para o caminho das vitórias. "Ele tem dois títulos na Série B, tem um aproveitamento nos clubes que passou bastante importante. Estamos convictos de que ele irá contribuir demais com sua competência e capacidade para que alcancemos nossos objetivos", contou.

Além do novo treinador, o diretor finalizou dizendo que também conta com a ajuda dos jogadores e da torcida. "Foi um vestiário muito forte, de bastante cobrança. Os atletas sabem que podem dar mais e estão envolvidos com o clube. Todos nós estamos imbuídos para buscar as soluções e acreditamos muito que o bico do nosso avião vai empinar para cima para colecionar vitórias, somar pontos, para que, no final da Série B, a gente consiga o acesso. Peço que os torcedores acreditem junto com a gente. Entendemos o momento, ninguém está satisfeito, mas estamos trabalhando para reverter esse cenário", concluiu.

A estreia de Enderson no comando da Estrela Solitária será neste sábado (24), às 16h30, fora de casa contra o Confiança. Em sua estreia, o treinador não poderá contar com Pedro Castro, suspenso após receber o terceiro amarelo.

Botafogo