PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Griezmann e Dembélé se defendem após acusações de xenofobia contra asiático

Jogadores são acusados de xenofobia após vazamento de vídeo - Vasily Fedosenko/Reuters
Jogadores são acusados de xenofobia após vazamento de vídeo Imagem: Vasily Fedosenko/Reuters

Do UOL, em São Paulo

05/07/2021 15h24

Antoine Griezmann e Ousmane Dembélé são acusados de xenofobia após vazamento de vídeo de 2019. O vídeo, postado pelo próprio Dembélé, mostra os jogadores rindo de funcionários de um hotel no Japão. Ambos negam as acusações.

Na filmagem, os funcionários aparecem tentando consertar algo no quarto dos jogadores. "Todas essas caras feias só para você jogar PES, não tem vergonha?", diz Dembélé para Griezmann, que aparece rindo.

Os jogadores do Barcelona e da seleção francesa usaram as redes sociais para se explicar e pedir desculpas. Pelo Instagram, Dembélé disse que os comentários não foram direcionados a etnia dos funcionários. "Acontece que usei esse tipo de expressão com meus amigos, independentemente de suas origens. Peço desculpas, portanto, já que possa ter prejudicado as pessoas presentes nessas imagens".

Griezmann usou o Twitter para reforçar que repudia qualquer tipo de preconceito: "Rejeito com firmeza as acusações feitas contra mim e lamento ter ofendido algum de meus amigos japoneses. Sempre fui totalmente contra todas as formas de discriminação", escreveu o jogador.

Desde a eliminação da França na Eurocopa 2020, diferentes atletas vêm enfrentando acusações extracampo, incluindo os casos de indisciplina e rachas internos que teriam prejudicado o desempenho da seleção no torneio continental.

Futebol