PUBLICIDADE
Topo

Eurocopa - 2021

Alemanha vira sobre Portugal em jogão com seis gols e 'façanha' bizarra

Havertz finaliza ao gol de Rui Patricio após cruzamento; gols da Alemanha saíram após passes rápidos e inversões de jogo - Matthias Hangst/Getty Images
Havertz finaliza ao gol de Rui Patricio após cruzamento; gols da Alemanha saíram após passes rápidos e inversões de jogo Imagem: Matthias Hangst/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/06/2021 14h52

Classificação e Jogos

Alerta de jogão! Portugal e Alemanha entregaram até mais do que os torcedores esperavam na tarde de hoje, em duelo realizado em Munique e válido pelo Grupo F da Eurocopa. Melhor para os alemães, que venceram por 4 a 2 e embolaram a chave.

Com o resultado, a seleção de Joachim Low somou seus primeiros três pontos no torneio e, pelo confronto direto, ficou na segunda posição, atrás da França. O time de Cristiano Ronaldo, que havia vencido a lanterna Hungria na estreia, está em terceiro.

Na última rodada, marcada para quarta-feira (23), a Alemanha enfrenta a Hungria, enquanto Portugal tem um duro confronto com os atuais líderes do grupo.

O UOL Esporte fez um resumo do que foi a partida entre portugueses e alemães, com direito a drible mágico de Cristiano Ronaldo, bola na trave, atuação fantástica de Gosens e dois gols contra em sequência. Confira:

Início é alemão, mas...

A Alemanha começou mandando no jogo. Aos 4 minutos, os donos da casa chegaram ao gol com Gosens após cruzamento de Kimmich, mas o lance foi anulado por impedimento de Gnabry, que tentou alcançar a bola antes de o companheiro finalizar.

O domínio, no entanto, voltou-se contra os próprios alemães. Dez minutos depois, Jota recebeu ótimo lançamento de Bernardo Silva em contra-ataque já dentro da área e dominou a bola no peito.

O atacante do Liverpool, diferentemente do que fez no primeiro jogo, não chutou e optou pelo passe de lado para Cristiano Ronaldo. Aí não teve perdão: o maior artilheiro da Eurocopa só empurrou para as redes de Neuer: 1 a 0.

A magia do craque

Aos 21 minutos, CR7 apareceu de novo - desta vez, com um lindo drible. O craque recebeu uma bola de costas, deu um chapéu em Rudiger e, sem deixar a bola cair, tocou de calcanhar para os companheiros - olhando para o lado, à la Ronaldinho Gaúcho. Espiar só:

Façanha bizarra

Raphael Guerreiro (à esquerda) e Rúben Dias (ao centro) fizeram gols contra - Matthias Hangst/Getty Images - Matthias Hangst/Getty Images
Raphael Guerreiro (à esquerda) e Rúben Dias (ao centro) fizeram gols contra
Imagem: Matthias Hangst/Getty Images

Precisando desesperadamente do resultado, os mandantes aumentaram o ritmo, iniciaram uma verdadeira blitz e chegaram à virada —por meio de dois gols contra, acredite.

O empate veio aos 34 minutos e saiu em jogada similar ao gol anulado no início da partida. Kimmich inverteu para Gosens na ponta esquerda, e o jogado do Atalanta cruzou para o meio da área.

Rúben Dias, que acompanhava Havertz na marcação, acabou colocando a perna na bola e empurrou para o gol do compatriota Rui Patrício: 1 a 1.

Cinco minutos depois, em novas inversões no campo ofensivo, a Alemanha virou. Após cruzamento de Muller, Kimmich evitou a saída pela linha de fundo e chutou para o meio da área. O lateral Raphael Guerreiro deu um carrinho para trás na tentativa de afastar e repetiu o colega de zaga, chutando contra a própria meta.

Lá vão eles de novo...

O segundo tempo começou praticamente igual ao que foi visto no final da primeira etapa. Em nova jogada que saiu de um lado para o outro com rapidez, Gosens foi acionado com liberdade pela esquerda e cruzou rasteiro para a área.

Havertz, desta vez sem um marcador para "roubar" o gol, empurrou para a rede e ampliou: 3 a 1.

... virou passeio!

Depois de participar ativamente dos três gols alemães — além da jogada invalidada no início do duelo —, Gosens deixou o dele.

Novamente após troca de passes pela direita, Kimmich foi acionado e cruzou alto para a área. O ala chegou cabeceando firme e garantiu o 4° alemão.

Portugal diminui e pressiona

Aos 21 minutos, a seleção de Fernando Santos se aproveitou de um cochilo do adversário. Em falta cobrada por João Moutinho para a área, Cristiano Ronaldo se esticou, evitou a saída da bola e tocou por cima em direção ao gol.

Diogo Jota evitou que a zaga afastasse e, já em cima da linha, tocou para o gol e fez o segundo gol português. Não perca a conta: 4 a 2.

O gol desencadeou uma pressão sobre os alemães, e aos 33 minutos, Renato Sanches fuzilou a trave de Neuer após escanteio. O ímpeto português, no entanto, não se transformou em mais gols.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado, a Alemanha está em segundo lugar do grupo pelo confronto direto contra Portugal e não por saldo de gols. O erro foi corrigido.